Quais são os primeiros sintomas de uma crise de asma?


  • +A
  • -A

Uma das doenças respiratórias mais frequentes entre a população, a asma é um problema crônico que torna os brônquios mais sensíveis, facilitando sua inflamação e consequentemente, dificultando a passagem do ar para os pulmões. A doença pode prejudicar gravemente a qualidade de vida e, por isso, é importante agir assim que surgirem os primeiros sintomas das crises.

 

Espirros e nariz entupido são os primeiros sintomas da asma

 

“A crise de asma é caracterizada por tosse, falta de ar e chiado no peito e, muitas vezes, os primeiros sintomas são de rinite, como espirros, coriza e entupimento nasal”, afirma o pneumologista Ciro Kirchenchtejn, já que a asma pode estar associada a essa outra doença. Muitos pacientes de asma, inclusive, também sofrem com rinite alérgica.

Segundo o profissional, em crises muito fortes, a falta de ar é intensa, impedindo que o asmático faça suas atividades usuais e aumentando sua necessidade por medicações de resgate. “Às vezes, existe uma dificuldade para falar e as frequências respiratória e cardíaca aumentam de modo perigoso”, diz o especialista.

 

Saber quais são os gatilhos da asma é importante para evitar crises

 

Cada asmático deve conversar com seu pneumologista e prestar atenção ao seu dia a dia para conhecer os fatores que provocam as crises e, assim, montar estratégias para evitá-los e reduzir suas consequências. “A crise de asma, em geral, ocorre por um gatilho que pode ser uma infecção viral, contato com pó, mofo, fumaça de cigarro, mudanças climáticas ou estresse“, cita Kirchenchtejn.

Além de se afastar dos fatores desencadeantes, ficando longe do cigarro e da poluição e mantendo a casa limpa e bem cuidada, por exemplo, o paciente com asma deve usar a medicação indicada pelo médico da maneira correta. Os medicamentos mais recomendados são os broncodilatadores e os corticosteroides, que aliviam os sintomas e ajudam a prevenir as crises de asma.

 

Dr. Ciro Kirchenchtejn é pneumologista formado pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e coordena o Instituto Respirar, em São Paulo. CRM-SP 50579

Foto: Shutterstock

TAGS
alergias-respiratorias
asma
respiracao
tosse

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

19 comentários para "Quais são os primeiros sintomas de uma crise de asma?"

Raquel

Tenho asma a mais de vinte cinco anos e essas aplicações do doutor Ciro abriu meus olhos para me cuidar mais sou muito lerda com o uso de minha bombinha e sempre paguei o preço por isso.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Raquel, afastar se de tudo que pode desencadear uma crise e usar a medicação corretamente ajudam muito. Abraços.

Reginaldo

Sempre tive rinite alérgica, não posso com cheiro de perfume, cigarro e poeira, fumaça. Tinha várias crises alérgicas, até que em 2016 fui para no pronto Socorro três com falta de ar. Procurei um pneumologista fui diagnosticado com asma alérgica. É muito ruim e tem que ter cuidado para não ter crise forte.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Reginaldo, o importante também é fazer o acompanhamento sempre e se cuidar é a palavra de ordem. Abraços.

Alzelina

Eu tenho asma desde que nasci 48 anos so vivo em crise não posso senti cheiro de quase nada que ja mi incomodar

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Alzelina, você faz acompanhamento médico certinho? Isso é muito importante para se viver bem com os problemas respiratórios. Abraços.

Soraia Conte

Muito importante saber os gatilhos.Antigamente só tomava medicação quando ficava em crise forte, e quando resolvi procurar um pneumologista e tratar devidamente, minha qualidade de vida melhorou muito.Demorei para conscientizar sobre o quanto foi importante seguir corretamente o tratamento, pois há dias em que estou muito bem, mas agora sei que não posso parar o tratamento, pois o risco de regredir e grande. Recomendo a todos seguir seu pneumologista. Estou muito melhor hoje. Tenho 55 anos e sempre fui asmática.

Luciane da Costa

Faço tratamento para as minhas filhas com imunoterapia e vacinas a dois meses,o médico disse que são 2anos de tratamento,até agora não vi melhoras em grises de rinite delas,será que tem um tempo pra começar a fazer efeito?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Luciane, o médico que iniciou o tratamento é a melhor pessoa pra te responder isso, converse com ele e esclareça as suas dúvidas.

Regina de Fátima Rodrigues Dias

Tenho asma a minha vida toda ,mas com um tratamento efetivo com Alenia as crises são raras .Tenho uma vida quase normal pratico bastante atividade física o q ajuda muito.Esse inverno foi rigoroso aqui em Bagé e as mudanças de temperatura (o q mais sofro) desencadearam uma crise forte .Mas às vezes esqueço q tenho asma ,só não podemos esquecer o preventivo principalmente na primavera.😘

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Regina, bom saber que teve uma melhora, o tratamento preventivo juntamente com acompanhamento do pneumologista é muito importante mesmo, temos outras dicas que podem te ajudar em https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/asma-e-bronquite/complementar-tratamento-para-asma. Sobre ainda ter crises, enviamos um e-mail para saber mais sobre, entre em contato com o Saudável Saber que é um acompanhamento gratuito de farmacêuticos e enfermeiros 24h, via telefone para esclarecimento de dúvidas sobre saúde, doenças e tratamento para pacientes cadastrados no programa Cuidados Pela Vida através do número 0300 118 1006 para conversar sobre essas crises fortes em mudanças climáticas. Até a próxima.

Eduardo Gerhardt

Tenho asma desde criança, depois aos 14 anos nunca mais tive crise! Fui militar por 7 anos corria fazia tudo que é atividade! Depois de sair do exército voltou em uns dois anos a falta de ar quando muda a temperatura principalmente, uso alenia 12/400 tive uma melhora ótima . Antes usava o foroseque 12/400 troquei pelo alenia.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Eduardo, bom saber que teve melhora, realmente com o tratamento correto podemos fazer nossas atividades normalmente. Lembrando de fazer o tratamento preventivo e sempre que preciso, conversar com seu médico. Até a próxima.

virginia

olá b tarde, desculpe o desabafo!! sempre acompanho os comentários desse ambiente. na esperança de ler algo parecido com que minha filha convive. ela atualmente está com 14 anos de idade e sempre apresenta espirros logo que acorda e coceira no nariz. Desde seus primeiros anos de vida teve acompanhamento de pediatra e pneumologista, pois fui informada desde sempre que ela tinha asma e renite alergica, então com 6 anos de idade ela apresentou um quadro de urticária após ingerir ovos de páscoa e a partir daí aos 7 anos iniciou o tratamento de imunoterapia por que apressentou alergia a ácaro e alguns outros elementos como níquel, pêlo de gato, capim . e fez uso por 5 anos de vacina. Nesse periodo apresentou pequenas crises. Então… apesar de fazer atividade física e todo o controle em casa dos ambientes para que ela não tenha crise asmática, ela nunca ficou um tempo longo sem ter crise..tomava antibioticos e antihistaminico e remedio para tosse alergica etc..e aos treze reiniciou e está fazendo novamente a imunoterapia…mesmo assim acorda espirrrando constantemente e coçando o nariz e a últiima crise fez uso de bombinha….As vezes me pergunto..será que essa condição crônica dela vai melhorar em alguma fase da vida dela ?

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Virginia, a educação do familiar da criança com asma é fundamental para que o tratamento seja realizado de forma adequada. Cuidados com a casa, alimentação e tratamento são importantes para melhoria do quadro de crise. Tenho outra matéria sobre esse assunto em https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/asma-e-bronquite/asma-qualidade-vida. Desejamos melhoras pra sua filha, um grande abraço para vocês.

Sebastião Guedes da Silva

Hoje eu estou com 62 anos, e tenho asma desde a minha infância, sempre controlei com remédios caseiros, depois passei a me tratar com acompanhamento médico : hoje o medicamento que controla os sintomas, no momento da dispineia, alenia fumarato de formoterol di-hidratado budesonida 400mcg. A asma já tem cura? Obrigado.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Sebastião, a asma é uma doença crônica que se apresenta de diversas formas e não possui cura. Os sintomas podem ser amenizados a ponto do paciente realizar atividades físicas normalmente, converse com seu pneumologista sobre prevenção ou entre em contato com o Saudável Saber que é um acompanhamento gratuito de farmacêuticos e enfermeiros 24h, via telefone para esclarecimento de dúvidas sobre saúde, doenças e tratamento para pacientes cadastrados no programa Cuidados Pela Vida através do número 0300 118 1006 para conversar sobre a asma. Estamos a disposição.

Valéria Almeida

Bom dia!! Gostaria que comentassem sobre asma medicamentosa, cuidados e prevenções.AINESObrigada,Valéria

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Valéria, sugestão anotada e encaminhada a área responsável. Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.