AchèAchè
    search

    Artrolive

    Descontos a partir de 30%

    Príncipio ativo:
    Sulfato de Glicosamina + Sulfato de Condroitina

    Donila Duo

    Descontos a partir de 20%

    Príncipio ativo:
    Cloridrato de Donepezila + Cloridrato de Memantina

    Pant Sec

    Descontos a partir de 20%

    Príncipio ativo:
    Minoxidil

    retangulo
    PASSO-A-PASSO

    Confira como é fácil garantir medicamentos com desconto:

    1
    Crie seu perfil

    Informe seu nome completo, CPF, telefone e data de nascimento

    2
    Localize os dados da sua receita

    Selecione o nome do medicamento e também do profissional de saúde

    3
    Leia e aceite os termos de uso

    Se estiver de acordo, basta aceitar para começar aproveitar seus benefícios

    4
    Consulte os descontos antes de comprar

    Cada região oferece um desconto, consulte sempre antes de comprar

    retangulo

    APOIO AO TRATAMENTO

    O Saudável Saber é um serviço exclusivo 24h

    Tire dúvidas sobre a sua saúde com farmacêuticos e enfermeiros.

    *O atendimento por telefone é um serviço exclusivo para os produtos Alenia, Artrogen Duo, Artrolive, Capzat, Corus, Corus H, Diosmin, Edistride, Kalist, Leucogen, Motore, Neo Decapeptyl, Omepramix, Osteotrat e Soanza XR. Consulte tarifas de telefonia local em sua operadora de preferência.
    O Saudável Saber é um serviço exclusivo 24h

    EM DESTAQUE

    CONTEÚDOS

    Confira as novidades em nosso Blog.

    Artigos
    Segurar os gases por longos períodos pode fazer mal à saúde?

    Um ambiente fechado e cheio de gente pode ser tornar um verdadeiro pesadelo para que está segurando gases. O ideal nessas situações é procurar um banheiro ou um lugar mais vazio e arejado para eliminá-los. O motivo é simples: além do mau cheiro que pode ser provocado e do constrangimento, segurar os gases por muito tempo pode fazer mal para o organismo. Segurar gases pode inchar o estômago e causar dor “Quando o ar fica preso nas curvas do intestino, você pode sentir cólicas ou dores em pontadas. Esta dor é comum no meio e na parte superior da barriga de cada lado”, afirma a gastroenterologista Amanda Buchmann. Em alguns casos, entretanto, a pontada aparece no tórax e pode até ser confundida com um infarto do miocárdio. Mas, os gases podem ficar presos sem que haja interferência do paciente. “Condições que prejudicam o sistema digestivo, como o uso de antibióticos e outros medicamentos  e obstrução intestinal, podem produzir maior quantidade de gases ou retê-los, gerando o ‘inchaço'”, explica a especialista. Esse inchaço é conhecido como distensão abdominal. Massagens na barriga podem ajudar a eliminar os gases Existem duas medidas simples e que podem ajudar a eliminar os gases: fazer massagens circulares na barriga e ajoelhar no chão abraçando as pernas e pressionando o estômago. Como os gases são formados principalmente a partir da alimentação, por meio da digestão feita por bactérias no intestino, evitar o consumo de alguns alimentos pode diminuir a flatulência. “Os gases intestinais, ou flatos, são formados pela ingestão de certos alimentos, como feijão, brócolis, frutas, trigo, batatas, milho e macarrão”, diz Amanda. O consumo de lactose, de bebidas carbonatadas, como os refrigerantes, e de produtos que causam alergias também deve ser evitado porque pode aumentar a produção de gases. Foto: Shutterstock

    Artigos
    Queimadura de sol: o que fazer para aliviar a dor na pele após a praia?

    A queimadura de sol é uma das principais consequências imediatas da exposição desprotegida aos raios ultravioleta, que vem acompanhada de sintomas e sinais como ardência, dor e vermelhidão. Para aliviar todos esses incômodos e prevenir sua ocorrência, é importante seguir alguns cuidados, como evitar a exposição solar nos horários de maior intensidade e usar protetor solar para o rosto e para outras áreas expostas, indicados pela dermatologista Daniela Aidar. Vale destacar que a queimadura pode ocorrer mesmo em dias nublados! Como aliviar queimadura de sol Por gerar sintomas incômodos e às vezes doloridos, muitos se perguntam o que passar em queimaduras de sol. “O tratamento para aliviar os sintomas da queimadura de sol consiste, dependendo da gravidade, na aplicação de géis à base de aloe vera, vitamina E, calêndula ou outros calmantes; uso de corticoides tópicos; compressas e duchas frias; uso de anti-inflamatórios; ingestão de bastante água; uso de hidratantes e evitar nova exposição solar”, aponta Daniela. Segundo a especialista, a queimadura solar leve, com pouca vermelhidão e dor, pode ser tratada em casa com medidas sintomáticas. Caso o quadro venha acompanhado de dor severa, bolhas, febre, mal-estar, calafrio, vômitos, confusão mental, visão turva ou desmaios, é necessário procurar um médico de emergência para o tratamento mais adequado. Prevenção da queimadura solar A médica explica que tanto a queimadura quanto a dor (além do câncer de pele) podem ser prevenidos através da aplicação de filtro solar, 20 minutos antes da exposição. “O fator mínimo de aplicação é 30, porém pessoas muito claras ou com histórico de queimadura solar anterior ou câncer de pele, devem usar fator de proteção maior”. Todo protetor solar deve ser reaplicado a cada duas horas e também após sudorese ou após entrar na água (mesmo no caso dos produtos resistentes à água, segundo a embalagem). “Outro ponto importante é evitar o sol das 10 às 16h. Caso não seja possível, procure sombra, utilize chapéus e roupas com proteção UV, óculos escuros (a exposição solar também provoca catarata) e protetores labiais”. Foto: Shutterstock

    Artigos
    5 sintomas de desidratação: o que fazer e quando procurar ajuda médica?

    Você já ouviu falar que é possível sobreviver por semanas sem comida, mas por poucos dias sem água? É o que afirma a nutricionista Gabriela Cilla nesse artigo do National Geographic Brasil. Por isso, se torna tão importante discutir a desidratação e seus sintomas, já que esse quadro pode se tornar um problema de saúde grave.  Nem sempre os sinais de desidratação são óbvios e entender quais são eles podem ajudar a evitar sérias complicações. Para abordar esse tema, a equipe do Cuidados pela Vida e o nutricionista esportivo Phillipe Rios prepararam um conteúdo especial que explora 5 sintomas de desidratação, suas causas e as melhores formas de prevenir esse problema.   O que é desidratação? Contrariamente ao que muitos pensam, a desidratação não é apenas a falta de água, como explica Phillipe. “A desidratação ocorre quando há uma baixa concentração de líquidos e sais minerais”. Essa condição pode ser potencialmente grave, pois a carência desses elementos corre o risco de comprometer funções vitais no organismo e o adequado desempenho dos órgãos. Embora possa afetar qualquer pessoa, ela é especialmente perigosa em crianças e idosos.   Causas da desidratação: conheça os principais motivadores desse problema A desidratação pode ser desencadeada por diversos fatores e situações, como dias quentes com sudorese excessiva e ingestão insuficiente de líquidos, episódios de vômito ou diarreia intensa, queimaduras graves, problemas nefrológicos, como insuficiência renal, e outras condições de saúde, como diabetes mellitus, e o uso constante de medicamentos diuréticos.   “Como saber se estou desidratado?” Conheça 5 sintomas de desidratação Reconhecer os sinais de desidratação é crucial, pois em casos mais graves esse problema pode representar sérios riscos à saúde do paciente. Para evitar que isso aconteça, separamos 5 sintomas de desidratação dos quais você precisa ficar atento: Febre A febre pode ser um dos primeiros sintomas de desidratação, especialmente quando associada a situações como insolação ou queimaduras. A falta de líquidos e sais minerais pode acionar o alerta no hipotálamo, levando o corpo a reagir com o aumento de temperatura. Boca e pele seca Outro sintoma característico da desidratação é a sensação de ressecamento na boca e na pele. A ausência de líquidos no organismo leva ao ressecamento do tecido epitelial e das mucosas, resultando em sede intensa. Confusão mental Nos estágios avançados da desidratação, o paciente pode experimentar confusão mental, dificuldade em elaborar pensamentos e realizar ações complexas, como esquecimento de destinos ou de certos assuntos específicos. Ansiedade Sintomas semelhantes aos de uma crise de ansiedade podem surgir com a desidratação, incluindo palpitação, taquicardia, fadiga extrema, pânico, enjoo, falta de ar, tensão muscular, calafrios e tremores, indicando o mau funcionamento do organismo. Perda de consciência e convulsões Em casos severos de desidratação, pode ocorrer perda de consciência (desmaios) e convulsões. Nessas situações críticas, a assistência médica urgente é essencial, e chamar o SAMU (192) é fundamental para saber como agir até a chegada do socorro.   Quando procurar atendimento médico? Segundo Phillipe, embora os sintomas sejam genéricos, a desidratação pode ser diagnosticada por um médico em um atendimento de emergência. “Além dos sinais clínicos mencionados acima, o médico pode fechar um diagnóstico mais preciso de desidratação por meio de exames laboratoriais”, explica o nutricionista. A desidratação pode ser classificada como leve, moderada ou severa, apresentando riscos específicos para a saúde em cada nível. “Em situações graves, como perda de memória, confusão mental e diarreias prolongadas, é essencial procurar ajuda médica”, destaca Phillipe. As recomendações de desidratação se tornam ainda mais específicas para os esportistas: “No caso de atletas, é importante contar com o acompanhamento de um nutricionista esportivo e um médico do esporte para evitar a desidratação, que pode comprometer o desempenho e a saúde de um modo geral. Além de sintomas como febre e queda da pressão arterial, em casos severos, a desidratação pode levar a condições como coma, choque térmico e até mesmo a morte”, alertou o profissional. Embora seja um problema sério, o tratamento da desidratação costuma ser bem simples. Na maioria dos casos, é realizada uma reidratação intravenosa com soro e sais minerais para restabelecer o equilíbrio do organismo.   Como prevenir a desidratação? Tão importante quanto reconhecer os sinais de desidratação é saber como evitar esse quadro. Phillipe destaca algumas medidas simples que podem fazer toda a diferença. “Para prevenir, é fundamental manter um consumo adequado de água, bastando multiplicar seu peso por 0,05 para determinar a necessidade individual em litros”, recomendou o nutricionista. Outra dica importante é evitar o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, especialmente em situações de calor extremo, além de repor os sais minerais através de uma alimentação saudável, já que a falta deles pode causar hiponatremia – quadro que envolve uma concentração baixa de sódio no corpo.  

    TIRE SUAS DÚVIDAS

    Perguntas frequentes

    Cuidados Pela Vida é a plataforma de saúde e bem-estar criada pelo Aché Laboratórios para conectar diferentes públicos a benefícios exclusivos, descontos, dicas, serviços e a uma série de vantagens pensadas para facilitar o acesso das pessoas à saúde e a medicamentos de qualidade, dando suporte para zelar pelo seu bem mais precioso: a vida.
    O Cuidados Pela Vida conta com uma grande lista de produtos, de diversas especialidades e que podem variar de acordo com a campanha e seu período de vigência. Para conhecer os produtos, acesse Produtos no menu Para Você.
    Os descontos são baseados no Preço Máximo ao Consumidor, determinado pelo Governo Federal. Para Dermocosméticos, Nutracêuticos e Nutricosméticos os descontos são atrelados ao Preço Sugerido na Farmácia. Portanto, os descontos variam de acordo com o produto e região informados ao final do cadastro no site Cuidados Pela Vida, que pode alterá-los a qualquer momento, sem aviso prévio, apenas informando através do site.
    A Central Saudável Saber é um serviço de enfermeiros e farmacêuticos disponíveis 24horas, para esclarecer aos pacientes cadastrados na Plataforma uma série de informações sobre saúde e bem estar. O serviço é exclusivo para os produtos Alenia, Artrogen Duo, Artrolive, Capzat, Corus, Corus H, Diosmin, Edistride, Kalist, Leucogen, Motore, Omepramix, Osteotrat e Soanza XR. Ligue e experimente 0300 118 1006. Consulte tarifas de telefonia local em sua operadora de preferência.
    Pedimos a gentileza de reportar imediatamente ao Aché Laboratórios através do e-mail: cac@ache.com.br ou telefone 0800 701 6900, de seg. a sex. das 08h00 as 17h00, relatando o ocorrido, com seu nome completo e contatos (e-mail e telefone).
    Não! Para conhecer a lista dos produtos participantes, basta acessar a área de Produtos ou através do nosso WhatsApp no 0800 777 8432.
    Você pode enviar sua pergunta para o e-mail: contato@cuidadospelavida.com.br ou, se preferir, para o nosso WhatsApp no 0800 777 8432, que estaremos prontos para ajudar.
    Converse com um dos nossos atendentes