search
    Título

    Remédios para controle da asma: como funcionam?

    Asma e Bronquite

    Por

    A asma é uma doença crônica que atinge cerca de seis milhões de brasileiros acima dos 18 anos, segundo uma pesquisa feita pelo Ministério da Saúde e pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Falta de ar e chiado no peito são apenas alguns dos sintomas do problema, que deve ser diagnosticado precocemente e tratado com medicamentos de forma adequada.  

    Medicamentos para asma reduzem inflamação que provoca falta de ar


    Existem alguns tipos de medicações que você pode utilizar para controlar a asma. “Os medicamentos para asma agem reduzindo o processo inflamatório das vias aéreas, melhorando o edema da mucosa e diminuindo a secreção brônquica, além de aumentar o calibre da via aérea, aliviando os sintomas”, afirma o pneumologista Jaime Ferreira Baetas Junior.

    Os corticosteroides são utilizados continuamente como forma de prevenção às crises da asma e podem ser consumidos via oral ou via inalatória. Muitos pacientes conseguem evitar o surgimento dos sintomas com essa classe de medicamentos. Já outros podem recorrer ao corticosteroides via injetável. No entanto, este tipo é mais restrito a casos graves.

    Broncodilatadores podem ser utilizados durante crise de asma


    Outro tipo de medicação que seu médico pode recomendar são os broncodilatadores, que permitem uma melhor passagem do ar pelas vias aéreas. A forma mais comum de consumi-los é
    por meio das bombinhas e sua ação varia entre curta e longa duração: os broncodilatadores de curta duração devem ser utilizados nos momentos de crise, enquanto os de longa duração auxiliam a controlar a asma.
    De acordo com o especialista, para manter uma boa qualidade de vida, é imprescindível que você siga as medidas indicadas à risca. “Os medicamentos são indispensáveis porque o uso irregular ou descontinuado levará ao agravamento da asma, com crises mais frequentes e perda progressiva da função pulmonar”, afirma. Ou seja, sua falta de ar irá piorar caso não tome os medicamentos na dose e na frequência recomendadas.

     

    Foto: Shutterstock

    Newsletter
    Compartilhamento

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes