AchèAchè
    search
    Título

    Hipertensão: Por que a obesidade contribui para a elevação da pressão arterial?

    Uncategorized

    Por

    A hipertensão é uma doença crônica bastante perigosa não só por afetar a saúde do sistema cardiovascular, mas por colocar em risco todo o funcionamento do organismo. De acordo com o Ministério da Saúde, acontecem 300 mil infartos, uma das principais complicações da doença, por ano, sendo 30% deles fatais. É preciso conhecer os fatores de risco do problema para, com ajuda médica, corrigi-los e evitá-los. Um dos fatores mais importantes é a obesidade.

     

    Obesidade aumenta o risco de complicações da hipertensão

     

    “A obesidade promove o acúmulo de gordura na parede dos vasos sanguíneos, facilitando o aumento da pressão com que o sangue ‘bate’ na parede do vaso e, portanto, promovendo a elevação da pressão arterial”, afirma o cardiologista Paulo César Sadala Ferreira.
    Uma pessoa portadora tanto de obesidade quanto de hipertensão tem muito mais risco de ter problemas cardíacos e cerebrovasculares do que quando as doenças são observadas de maneira isolada. Como exemplos de complicações, podem ser citados o acidente vascular cerebral (AVC), o infarto do miocárdio, a insuficiência cardíaca e a insuficiência renal.

     

    Prevenção da obesidade e da hipertensão

     

    Apostar na prevenção da obesidade e da pressão alta é a melhor maneira de não correr riscos. No entanto, é preciso ter dedicação. É necessário praticar atividades físicas regularmente, manter uma alimentação saudável, evitando alimentos gordurosos e com muito sal, e abandonar maus hábitos, como fumar e beber, para perder peso e manter a pressão controlada.  
    O tratamento é feito com medidas semelhantes, como explica o cardiologista: “O tratamento de ambos os problemas consiste na mudança do estilo de vida. Iniciar um programa de atividade física de pelo menos 150 minutos por semana, ter uma alimentação pobre em enlatados, embutidos, açúcares e carboidratos de lenta absorção, e em muitos casos associando o uso de medicamentos para ambas as doenças”.

     

    Foto: Shutterstock

    Dados do Ministério da Saúde: http://www.brasil.gov.br/noticias/saude/2017/09/doencas-cardiovasculares-sao-principal-causa-de-morte-no-mundo

    Newsletter
    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes