AchèAchè
search
Título

Hipertensão: Existem sintomas que devem servir de alerta para um AVC?

Uncategorized

Por

19 de outubro de 2023

Pouco antes de um indivíduo ter um AVC (Acidente Vascular Cerebral), alguns sintomas se fazem presentes, indicando a iminência desse episódio. Contudo, há um indício importante para o AVC que costuma surgir bem antes, ainda que silenciosamente: é o quadro de hipertensão, que frequentemente está associado ao derrame.
“O principal fator de risco para o AVC é a hipertensão arterial. Quando esta é devidamente controlada, reduz-se significativamente as taxas de incidência de um derrame”, afirma a cardiologista Bruna Cristina Baptistini. O controle da hipertensão arterial para, consequentemente, evitar o AVC, se baseia em mudanças no estilo de vida, com a adoção de hábitos mais saudáveis. O uso de medicamento específico para o problema também é fundamental para o controle da doença, que é crônica.  

Sintomas que sinalizam para a ocorrência de um AVC

Os sintomas que indicam a ocorrência de um AVC aparecem subitamente e podem incluir: fraqueza ou formigamento na face, no braço ou na perna, especialmente em um lado do corpo; confusão, alteração da fala ou da compreensão; alteração na visão; alteração do equilíbrio, coordenação, tontura ou alteração no andar; e dor de cabeça súbita, intensa, sem causa aparente.
De acordo com a especialista, o cérebro é, em geral, o órgão que mais precocemente e mais intensamente sofre as conseqüências da hipertensão arterial sistêmica. O comprometimento é precoce e progressivo “Quanto maior o tempo de exposição à hipertensão, maior o risco. Também quanto maiores os índices da pressão arterial, igualmente maiores serão as complicações”, explica Bruna.

Medidas para diminuir os riscos de AVC

As mudanças de estilo de vida recomendadas para controlar a hipertensão e diminuir os riscos de AVC são: alimentação saudável (cortando, principalmente, o sal); prática de atividade física regular, capaz de beneficiar a circulação e evitar a obesidade; além de cortar o tabagismo e o consumo excessivo de álcool. “A prevenção do AVC consiste em controlar os fatores de risco modificáveis, o que inclui, além da hipertensão, fibrilação atrial, diabetes mellitus, dislipidemia, obesidade e o tabagismo”, completa a cardiologista.
Foto: Shutterstock

Newsletter
Compartilhamento

Posts relacionados

Artigos
É necessário usar cloro para limpar vegetais que serão comidos crus?

Adotar cuidados com a alimentação para melhorar e proteger sua saúde não significa apenas escolher uma boa variedade de produtos, ricos nos mais diversos nutrientes. É importante também saber como higienizá-los e prepará-los adequadamente. Soluções feitas com cloro, por exemplo, devem ser usadas para limpar vegetais crus para evitar parasitoses intestinais. Confira algumas dicas de higienização […]

Artigos
O pré-diabetes pode ser revertido, antes da manifestação plena da doença?

Como o nome sugere, o pré-diabetes é um quadro que antecede o diabetes e que também apresenta elevação importante de açúcar no sangue, porém não o suficiente para que o diagnóstico da doença seja feito. Caso o aumento da glicose no sangue seja identificado ainda nesta fase, é possível evitar que a doença se manifeste […]

Artigos
Obesidade: Como proteger as articulações quando estamos acima do peso?

A obesidade provoca uma série de consequências ruins para a saúde e uma delas é o desgaste das articulações. O peso excessivo do corpo sobrecarrega essas estruturas, além de ossos e cartilagem. Emagrecer torna-se, então, uma medida necessária. Para isso, deve-se recorrer a um profissional que oriente o tratamento adequado.    “O passo inicial é […]

Converse com um dos nossos atendentes