AchèAchè
    search
    Título

    A desnutrição pode levar à puberdade precoce? Por quê?

    Uncategorized

    Por

    A puberdade é a fase da vida considerada por muitos a mais caótica: a produção dos hormônios sexuais explode e, com isso, ocorre o amadurecimento das funções sexuais. Porém, quando esse período acontece em idade anterior ao intervalo entre 8 e 13 anos, é um motivo para os pais ficarem preocupados. Trata-se da chamada puberdade precoce. Uma alimentação precária, capaz de provocar desnutrição, pode ter tudo a ver com isso. Entenda mais sobre esse assunto. 

    O que é desnutrição? Por que ela pode levar à puberdade precoce?

     

    “A desnutrição ou a má-nutrição é a falta de nutrientes essenciais para o funcionamento saudável do corpo e essa condição não se restringe apenas aos magros”, explica a nutricionista Alexandra Marinho. Segundo o Manual de Suporte Nutricional da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), o problema não tem nada a ver com magreza: crianças obesas também podem sofrer de falta grave de nutrientes (hipernutrição) ou de déficit (subnutrição). 

    “A desnutrição pode causar a puberdade precoce, pois o desequilíbrio de nutrientes normalmente atinge grande parte do metabolismo, prejudicando suas funções”, revela Alexandra. A criança desnutrida pode apresentar fadiga, queda de cabelo, falta de força e facilidade para contrair infecções e outras doenças, como a anemia. Também é comum que as crianças fiquem mais irritadas, com pele ressecada, palidez excessiva e dificuldade de cicatrização, além de apresentar sintomas de puberdade precoce

    Puberdade precoce e desnutrição: como tratar?

     

    É muito importante entender se a criança está passando ou não pelo processo de puberdade precoce, então fique atento aos sinais: segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria, nas meninas, é comum o surgimento do broto mamário e a menarca (primeira menstruação), e nos meninos, o aumento dos testículos. Outros sintomas em ambos os sexos são o surgimento dos pelos pubianos, pelos e odor nas axilas, aumento da oleosidade na pele e acne. Ao perceber um ou mais sinais na criança, procure um médico.

    Para tratar ambos os problemas, a nutricionista reforça a importância de tratar o problema gerador. “Devemos tratar a desnutrição com acompanhamento médico e nutricional, melhorando as condições orgânicas e repondo os nutrientes importantes”, esclarece Alexandra. Para tratar a puberdade precoce, é preciso consultar um pediatra, que poderá indicar um tratamento hormonal e medicamentoso para regular o organismo da criança. 

     

    Dados da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP): https://www.sbp.com.br/especiais/pediatria-para-familias/desenvolvimento/puberdade-precoce/

    https://www.sbp.com.br/fileadmin/user_upload/2a_Edicao_-_jan2021-Manual_Suporte_Nutricional_-.pdf

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes