Mês da mulher: a importância do ginecologista para o diagnóstico da osteoporose

  • +A
  • -A

O ginecologista ocupa uma posição única entre os diversos especialistas que cuidam da saúde das mulheres. Ao longo de todas as etapas da vida da mulher, o ginecologista é, muitas vezes, o primeiro médico a detectar fatores de risco, condições e doenças associadas à baixa massa óssea ou à osteoporose, ajudando no diagnóstico do problema.

“No âmbito da prevenção da osteoporose e das fraturas dela decorrentes, o ginecologista é o profissional médico habilitado para supervisionar todos os aspectos que podem influenciar o estado da saúde óssea em suas pacientes”, afirma a ginecologista e obstetra Adriana Martins. Entre esses aspectos estão o status hormonal, estilo de vida e o padrão nutricional da mulher.

Exame de densitometria óssea detecta osteoporose


Durante as consultas, qualquer queixa ou alteração nos exames podem chamar a atenção do ginecologista para a necessidade de adotar medidas para evitar a osteoporose. O primeiro passo é realizar o
exame de densitometria óssea, que deverá ser solicitado pelo médico para avaliar as condições dos ossos da mulher. Em seguida, a prevenção ou o tratamento é iniciado.

Segundo Adriana, a osteoporose é uma doença silenciosa, ou seja, não costuma apresentar sintomas, e afeta as mulheres especialmente na pós-menopausa. “Como é frequentemente diagnosticada somente após sua instalação, considera-se que uma das melhores estratégias seja a adoção de medidas preventivas que retardam ou evitam o desenvolvimento da doença”, diz a profissional.

Exercícios físicos ajudam na prevenção da osteoporose


“Um dos elementos fundamentais para garantir a saúde dos ossos é a prática regular de atividade física desde cedo, o que permite alcançar o pico de massa óssea. Exercícios como caminhada, atividades aeróbicas e com carga contribuem para aumentar um pouco esse índice, que se mantém com a continuidade das atividades”, recomenda a médica. Tomar banhos de sol diariamente e consumir alimentos ricos em cálcio e vitamina D também são atitudes importantes.

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Adriana Martins

Dra. Adriana Martins

Ginecologia e Obstetrícia

CRM: 38347 / RS

TAGS
ossos
osteoporose

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Mês da mulher: a importância do ginecologista para o diagnóstico da osteoporose"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.