search
Título

Quais são as principais causas para osteoporose em homens?

Uncategorized

Por

A osteoporose é uma doença que causa o enfraquecimento de toda a estrutura óssea do corpo. Como consequência, os ossos ficam finos e podem se partir diante de movimentos simples realizados no dia a dia. O problema é conhecidamente mais frequente entre as mulheres, mas também pode afetar gravemente a saúde dos homens.

Redução na quantidade de testosterona causa osteoporose nos homens


Enquanto nas mulheres, a redução da quantidade do hormônio estrogênio na menopausa é a grande responsável pela osteoporose, nos homens, a doença também tem a falta de um hormônio como causa: “A principal causa é a queda no nível da testosterona. São considerados fatores de risco o tabagismo, alcoolismo, uso crônico de corticoides, tratamento medicamentoso para neoplasias e histórico familiar”, afirma o ortopedista Guilherme Falótico.

É preciso lembrar ainda que ter uma alimentação com pouca quantidade de cálcio também é uma importante causa para a osteoporose. O cálcio é o mineral que mais está presente na formação dos ossos e ajuda a mantê-los resistentes. O sedentarismo é outro fator de risco. A falta de exercícios físicos acelera a perda de massa óssea. Por outro lado, sua prática regular, principalmente em contato com a luz solar, trabalha os músculos e os ossos, ajudando a proteger o esqueleto.

Diagnóstico da osteoporose nos homens costuma ser tardio


De acordo com o especialista, a menor frequência da osteoporose entre os homens tem também consequências negativas. “Casos em homens são menos comuns do que em mulheres, o que muitas vezes resulta numa baixa suspeita do diagnóstico, que pode ocorrer tardiamente, por exemplo, depois de uma ocorrência de uma fratura“, alerta o médico.

Para evitar que a doença seja descoberta somente quando surgir uma complicação, os homens devem começar a fazer exames preventivos a partir dos 45 anos, especialmente aqueles que têm casos de osteoporose na família. O exame mais recomendado pelos médicos atualmente é a chamada densitometria óssea, que utiliza um aparelho para medir a densidade mineral dos ossos.

 

Foto: Shutterstock

Newsletter
Compartilhamento

Posts relacionados

Converse com um dos nossos atendentes