search
    Título

    Descubra por que a musculação é indicada para ajudar no tratamento de quem tem osteoporose

    Uncategorized

    Por

    A osteoporose é uma doença que atinge cerca de 10 milhões de pessoas no Brasil. Ela é causada pela falta de minerais nos ossos e debilita principalmente idosos. Na busca por um tratamento, estudos recentes da Medicina indicaram que o melhor exercício para proteger o corpo do surgimento e dos efeitos da osteoporose é a musculação.

    Aumentando a densidade óssea

    A doença pode ser combatida com atividades de alto impacto e que fortaleçam a musculatura. “Está comprovado que exercícios de força aumentam a densidade óssea, ajudando a combater a osteoporose”, afirma o ortopedista Adriano Marques de Almeida.

    A prevenção e o tratamento do problema passam pela necessidade de aumentar a densidade óssea. Durante a prática de exercícios físicos com cargas de peso, o osso é submetido a um estímulo e se fortalece. A musculação ainda contribui para melhorar tendões e articulações, dar vigor aos movimentos do corpo e fortalecer os músculos e a coluna vertebral.

    Musculação x caminhada

    A musculação tem vantagens em relação à caminhada, citada até poucos anos atrás, como a melhor forma de evitar a osteoporose. Além da poluição e da insegurança, uma caminhada ao ar livre pode representar riscos de queda, devido às péssimas condições de muitas calçadas e ruas pelo Brasil.

    Entretanto, na hora de malhar, muitos fatores devem ser levados em conta, como o tipo de força e a intensidade da atividade física, como alerta Almeida: “A intensidade dos exercícios deve ser individualizada,  pois exercícios muito intensos podem ser prejudiciais, levando até mesmo a lesões. Quanto menos condicionamento físico a pessoa possuir, mais indicado está o acompanhamento especializado nas atividades físicas.”

    Para evitar o surgimento da osteoporose, o ortopedista recomenda cuidados com a alimentação. “A prevenção inclui a ingestão de alimentos ricos em cálcio, como leite e derivados, além de vitamina D, presente em grandes quantidades nos peixes e frutos do mar e também metabolizada pela exposição da pele ao sol”, conclui o médico.

    Newsletter
    Compartilhamento

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes