AchèAchè
    search
    Título

    Por que muitos parasitas intestinais causam diarreia nos pacientes?

    Uncategorized

    Por

    Como sugere o nome, os parasitas intestinais afetam o intestino (delgado ou grosso), o que provoca alguns sintomas, como a diarreia. Este desconforto, em particular, ocorre com certa frequência em quadros de parasitoses intestinais, o que se justifica pela própria ação dos parasitas na musculatura do intestino.   

    Riscos da diarreia em pacientes com parasitas intestinais


    “A diarreia pode ser ocasionada por diversos mecanismos, como, por exemplo, estímulo à motilidade intestinal pela presença do próprio agente agressor (parasita); pela produção e eliminação de substâncias no intestino que ativam a motilidade intestinal (ação direta na musculatura do intestino); e por substâncias que estimulam a secreção de água pelas células do epitélio intestinal”, informa a infectologista Diana Ventura.

    O grande risco da diarreia está na desidratação, que se não for controlada pode gerar uma situação perigosa ao paciente. No caso das crianças isso é ainda mais sério, então é fundamental que os pais estejam atentos para evitar complicações. As parasitoses intestinais ocorrem com bastante frequência nos pequenos e por isso o tratamento do quadro e dos sintomas deve ser iniciado o quanto antes.

    Principais medidas do tratamento e prevenção contra parasitoses intestinais


    O primeiro passo é buscar a prevenção, caso a infecção ainda não tenha acontecido. Portanto, é essencial diminuir as chances de contaminação, o que pode ser feito com bons hábitos de higiene – lavar as mãos constantemente, por exemplo – e
    cuidados com alimentos e líquidos ingeridos (importante limpar sempre verduras, frutas e legumes, principalmente).

    Essas medidas também devem ser tomadas quando há uma infecção em curso, como parte do tratamento, mas além disso é preciso recorrer aos medicamentos. Os antiparasitários são indicados para combater o quadro no geral. Junto deles, o paciente pode se beneficiar de outros remédios que ajudam a controlar os sintomas e aliviar os desconfortos sentidos, além de se hidratar bastante, para compensar o que é perdido nas evacuações e evitar a desidratação. 

     

    Foto: Shutterstock

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes