search
Título

Parasitoses intestinais: Quais cuidados com a alimentação são importantes?

Uncategorized

Por

A alimentação é uma porta de entrada importante para as parasitoses intestinais, pois muitas vezes ingere-se comidas contaminadas por terem sido mal higienizadas. Quem tem o hábito de comer na rua com frequência corre mais esse risco, pois não se sabe ao certo se os alimentos foram limpos corretamente. Com a comida preparada em casa, esse controle tende a ser melhor.  

Alimentos que devem ser evitados

“Dentre os alimentos que devem ser evitados durante o tratamento contra parasitoses intestinais, podemos destacar as carnes mal passadas, peixes crus e frutas, verduras e legumes que não foram higienizados adequadamente”, informa o gastroenterologista Alexandre de Sousa Carlos.
Segundo o especialista, esses alimentos mal higienizados podem conter larvas, ovos e/ou cistos de parasitas. “Quando essas larvas, ovos e cistos abrigam o trato gastrointestinal do ser humano, passam a se reproduzir e se transformam em formas infectantes”, afirma Carlos.

Sintomas, prevenção e tratamento de parasitoses intestinais

Indivíduos infectados por parasitoses intestinais sofrem com uma gama variada de sintomas. É possível que um quadro da doença não tenha quase nenhum desconforto, assim como também há situações em que os sintomas são moderados ou graves. Cólicas abdominais, diarreia, vômito, azia, arrotos, febre e falta de apetite são alguns dos sintomas comuns.  
O tratamento indicado para pacientes infectados se baseia no uso de medicamentos antiparasitários, efetivos contra a maior parte dos parasitas (ameba, giárdia, tênia, áscaris, Strongyloides, Oxiurus, etc). “A prevenção se dá através da ingestão de água tratada e de alimentos cozidos e higienizados adequadamente, além da lavagem das mãos antes das refeições e após usar o banheiro”, completa o médico.
Foto: Shutterstock

Newsletter
Compartilhamento

Posts relacionados

Converse com um dos nossos atendentes