AchèAchè
    search
    Título

    O inverno chegou! Veja como evitar a imunidade baixa nesta estação!

    Saúde Infantil

    Por

    O inverno é a estação do ano mais temida por muitas pessoas que possuem baixa imunidade. Isso se deve ao aumento de casos de algumas doenças infecciosas e alérgicas nessa época, atingindo principalmente as vias respiratórias. Será que dá para evitar a imunidade baixa nos dias mais frios do ano? A imunologista Anete Grumach conversou com a equipe do Cuidados Pela Vida sobre os cuidados com a defesa do corpo nessa estação. Confira!

    Para quem já sofre com a imunidade baixa, a boa notícia é que o inverno não muda esta condição. “Quem é afetado por baixa imunidade não modifica sua condição no inverno”, explica Dra. Anete, que continua: “Temos que lembrar que, neste período, as infecções podem aumentar por conta dos ambientes fechados e contato com pessoas infectadas. Esta realidade mudou muito com a pandemia”. Com a volta às aulas presenciais, é possível que haja um aumento no número de casos de gripe e resfriado, por exemplo.

    Alimentação saudável e vacinação podem ajudar na imunidade alta

    Para manter o sistema imune saudável, manter uma alimentação balanceada é essencial. Nos dias mais frios, é muito comum o consumo de produtos industrializados, açúcar e carboidratos em excesso, mas é importante tentar deixá-los de lado e reforçar as verduras e os legumes nas refeições. É necessário também incluir minerais, como o ferro e o zinco, nutrientes que geram benefícios para o sistema imune. 

    Dra. Anete também destaca a vitamina D: “É sempre importante cuidar da alimentação e ter hábitos saudáveis. A exposição ao sol também melhora os níveis de vitamina D”. Vale conversar com um médico sobre a suplementação de vitamina D no inverno. Ela tem papel fundamental na imunidade, além de fortalecer a estrutura óssea e prevenir doenças, como a osteoporose. 

    Por último, a imunologista ressalta a importância de manter o calendário de vacinação infantil em dia. A vacinação é imprescindível para a imunidade em desenvolvimento e também é uma questão de saúde pública. Procure se informar sobre as campanhas e vacine os pequenos conforme o calendário infantil. 

    Imunidade baixa: sintomas incluem infecções recorrentes

    A imunidade baixa possibilita o enfraquecimento das defesas naturais do organismo, fazendo com que o corpo se torne menos resistente a agentes oportunistas e, consequentemente, fique doente mais vezes. As crianças ainda estão com a imunidade em formação e, portanto, é difícil determinar um prognóstico de imunidade baixa. Somente o pediatra pode determinar se há ou não um problema no sistema imunológico. Mas, alguns sinais que devem chamar a atenção são casos de infecções que se repetem três vezes ou mais por ano e crianças com dificuldade de crescimento ou ganho de peso. 

    Foto: Shutterstock

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes