AchèAchè
    search
    Título

    Hipertensão: por que é importante fazer exercícios físicos mesmo durante a pandemia?

    Uncategorized

    Por

    Fazer exercícios físicos é essencial para se manter saudável, prevenir e tratar doenças, como a hipertensão. Entretanto, durante a pandemia de COVID-19, muita gente deixou a atividade física de lado, o que pode comprometer a pressão arterial. Mas, afinal, qual é a ligação entre a pressão alta e os exercícios físicos? A cardiologista Bruna Baptistini explicou para a equipe do Cuidados Pela Vida o que é hipertensão arterial e qual é a necessidade de se exercitar mesmo na pandemia. Confira!

    Atividade física ajuda a controlar hipertensão


    Segundo Dra. Bruna, a atividade física não só é recomendada para quem tem hipertensão, como é obrigatória: “A atividade física faz parte do tratamento não medicamentoso da hipertensão arterial e é a medida que tem mais impacto no controle dos níveis pressóricos”. 

    O exercício físico também é importante na redução do estresse, fator que aumenta a pressão arterial, principalmente durante a pandemia, potencializado pelas medidas de isolamento social, como lembra a cardiologista: “A prática de exercícios faz com que o organismo libere endorfinas que promovem sensação de bem-estar, diminuindo a ansiedade que está presente no nosso dia a dia, principalmente na situação atual de pandemia”. Por isso, não dá para deixar de se exercitar! 

    Os exercícios físicos também podem ajudar no combate a diversas outras doenças: transtornos psicológicos, como ansiedade e depressão, obesidade, diabetes e outras doenças cardíacas. Movimentar-se também reduz os níveis de colesterol, aumenta a autoestima e previne a insônia, melhorando a qualidade de vida e do sono durante a noite. 

    Protocolos de segurança devem ser mantidos durante o exercício


    Se você tem hipertensão,
    é importante consultar o seu cardiologista para verificar o melhor exercício para você, mesmo em quarentena. “O ideal é tentar manter o tipo de exercício que já praticava antes da pandemia”, diz a especialista, que alerta: “Não é recomendado iniciar atividade física ou aumentar a intensidade sem uma avaliação médica prévia”.

    É importante destacar que não deve-se abrir mão dos protocolos de segurança contra a COVID-19. A médica enfatiza que todo cuidado é pouco na hora de se exercitar. “Estudos mostram que na atividade física aeróbica (corrida), aumenta-se o risco de transmissão do coronavírus. É importante usar máscara durante a prática da atividade, evitando lugares fechados e dando preferência ao ar livre, mas sempre mantendo o distanciamento. Também deve-se evitar a prática em grupos e, caso for utilizar aparelhos na academia, lembrar de higienizá-los antes”, finaliza Dra. Bruna.


    Foto: Shutterstock

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes