AchèAchè
    search
    Título

    Existe alguma relação entre o consumo de bebidas alcoólicas e a hipertensão?

    Uncategorized

    Por

    Quem é hipertenso ou tem a tendência de ter pressão alta já deve ter ouvido seu médico falar sobre a importância de não consumir bebidas alcoólicas ou, pelo menos, de beber com moderação para evitar uma piora no estado de saúde. Mas, afinal, qual é a relação entre o álcool e a hipertensão? Essa influência realmente existe? Confira!

    Bebidas alcoólicas podem piorar quadro de hipertensão


    “A ingestão de bebidas alcoólicas tem relação com aumento da pressão arterial. No entanto, parece haver também
    influência genética, pois isso não ocorre com todas as pessoas”, afirma a cardiologista Caroline Nagano. “Os mecanismos ainda não estão bem esclarecidos, mas parece ter relação com a ativação de sistemas que, no final, retêm mais sal e líquidos”, completa a médica.

    Entre as hipóteses mais aceitas estão a ativação do sistema renina-angiotensina-aldosterona, descarga de receptores adrenérgicos, produção de cortisol, redução da sensibilidade à insulina e ação do etanol na musculatura dos vasos periféricos do corpo. Como consequência da ação desses mecanismos que acumulam sal e água, o músculo cardíaco se contrai, aumentando a pressão arterial. 

    Álcool e energéticos podem causar arritmia cardíaca


    Além das bebidas alcoólicas, vale lembrar dos energéticos, substâncias perigosas para os hipertensos, especialmente para quem costuma misturar os dois tipos de bebidas, um hábito frequente
    entre os jovens. “Com certeza, bebidas estimulantes como os energéticos, além de aumentar o risco de picos hipertensivos aumentam a chance de arritmias também”, explica a especialista.

    De acordo com Doutora Caroline, a recomendação é que o consumo de álcool seja feito moderadamente. Mas, vale destacar que, cronicamente, as bebidas alcoólicas podem desencadear insuficiência cardíaca, cirrose, pancreatite, além da dependência química. Outra questão que merece ser lembrada é que o álcool piora os níveis de colesterol ruim e de ácido úrico, fatores que também aumentam o risco de problemas cardíacos. 

     

    Foto: Shutterstock

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes