Dificuldade para engravidar é um sinal da endometriose?


  • +A
  • -A

Uma das possíveis consequências da endometriose não tratada ou com tratamento tardio é a infertilidade, o que gera muita preocupação entre as mulheres, especialmente entre aquelas que não são mães. Quem ainda não foi diagnosticada e está tendo dificuldade para engravidar pode pensar que tem a doença. No entanto, é preciso cautela.

Segundo o ginecologista Alexandre Brandão Sé, os problemas para engravidar serão um sinal de endometriose se estiverem associados à dor na relação sexual ou à cólica menstrual. “Existem inúmeras causas de infertilidade. Elas podem estar associadas a fatores masculinos (30% dos casos), femininos (30%) ou ambos (30%). Em 10% dos casos de infertilidade, não sabemos a causa”, afirma o médico.

Endometriose não é a única doença que prejudica a fertilidade


Mesmo entre os fatores femininos, além da endometriose, existem outras doenças e problemas que podem tornar uma mulher infértil e que deverão ser avaliadas pelo especialista. Existem os fatores de anovulação, que impedem a paciente de ovular, como a síndrome dos ovários policísticos e a menopausa precoce, e as causas anatômicas, como pólipos e miomas, categoria em que a endometriose também está inserida.

Para confirmar se a dificuldade para engravidar é consequência da endometriose, o ginecologista analisa outros sintomas. “Em muitos casos, a cólica menstrual incapacitante é o primeiro sinal da doença”, explica o médico. Como o intestino e a bexiga encontram-se localizados na região pélvica, eles também podem ser comprometidos pela endometriose. Além disso, com o passar do tempo, a mulher passa a sentir dor pélvica contínua.

Quais são as opções da mulher com endometriose e infértil?


Se a paciente tem infertilidade e endometriose, seu caso deve ser avaliado individualmente, mas existem algumas opções. “Se a mulher possui trompas normais, ela pode fazer a cirurgia e tentar gravidez espontaneamente ou avaliar a
realização da fertilização in vitro (FIV). Se as trompas estão alteradas, ela deve fazer a fertilização. Em alguns casos de doença muito avançada, opta-se por fazer primeiro a cirurgia e depois a FIV. Em casos de doença mais leve, é possível tentar fazer a FIV antes de operar”, informa o ginecologista.

 

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. Alexandre Brandão Sé

Dr. Alexandre Brandão Sé

Ginecologia e Obstetrícia

CRM: 15796 / DF

TAGS
endometriose
gravidez

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

2 comentários para "Dificuldade para engravidar é um sinal da endometriose?"

Carla Gramiscelli

Fui diagnosticada com endometriose aos 19 anos, já passei por duas vídeos devido as dores intensas. Por um ano parei com os anticoncorrenciais afim de engravidar. Não foram muitas tentativas eu confesso,não engravidei. E o que veio depois não foi nada bom! O quadro agravou, os focas reapareceram e as dores insuportáveis vieram juntas. Hoje sinto dor na relação e pouco prazer. Estou no meu momento para engravidar, mas o medo de piorar mais me tira a vontade. Dois ginecologistas me orientaram a procurar ajuda especializada, mas esta é incompatível com minha condição financeira, busquei o SUS. Estou na fila, mas o tempo de fila previsto é de 3 a 5 anos. Tenho 33, esperar pode não ser uma boa opção. Tenho outra opção?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Carla. O passo principal para o tratamento é buscar atendimento especializado. O ginecologista Dr. Alexandre Brandão Sé afirma que, se a mulher possui trompas normais, ela pode fazer a cirurgia e tentar gravidez espontaneamente ou avaliar a realização da fertilização in vitro (FIV). Se as trompas estão alteradas, ela deve fazer a fertilização. Em alguns casos de doença muito avançada, opta-se por fazer primeiro a cirurgia e depois a FIV. Em casos de doença mais leve, é possível tentar fazer a FIV antes de operar. Porém é necessário buscar atendimento para que diante de uma consulta presencial com o especialista seja indicado o tratamento mais adequado para você. Continue por aqui para receber mais informações e dicas como essa. Até breve.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.