É mais difícil se recuperar de uma doença respiratória no clima frio?


  • +A
  • -A

Os meses de outono e inverno são marcados pelas baixas temperaturas e pelo ar mais seco, características que tornam as diversas doenças respiratórias, como asma, gripe e resfriado, mais frequentes. Para quem não conseguiu se prevenir, há ainda uma outra má notícia: o clima frio também acaba dificultando a recuperação do corpo.

 

Clima frio pode irritar os pulmões e piorar a falta de ar

 

“A exposição a baixas temperaturas provoca algumas alterações físicas que podem tornar mais difícil a recuperação de uma doença respiratória ou podem levar à piora de doenças respiratórias preexistentes. O ar frio e seco tem um efeito irritativo para os pulmões, piorando a tosse e a falta de ar e aumentando a produção de muco”, afirma a pneumologista Flávia Salame.

Além disso, as temperaturas muito frias podem também aumentar a pressão arterial e piorar o quadro de doenças cardiovasculares. “Os vasos sanguíneos ficam mais contraídos, aumentando o trabalho cardíaco e alterando o padrão respiratório. Inicialmente, há uma hiperventilação, seguida por uma queda acentuada da frequência respiratória se a exposição a baixas temperaturas se manter”, alerta a profissional.

 

Evitar contato com a fumaça do cigarro evita doenças respiratórias

 

Algumas medidas podem ser tomadas para cuidar da imunidade, manter os pulmões mais saudáveis e acelerar a recuperação do sistema respiratório nas estações frias. “Não queime lenha em fogões ou lareiras para evitar o acúmulo de fumaça, evite o uso de cigarros e bebidas alcoólicas, mantenha-se hidratado, prefira alimentos e bebidas quentes e, se o tempo estiver ruim, mude sua programação para evitá-lo quando possível”, recomenda a especialista.

Ao precisar sair no clima frio, é importante usar roupas que aqueçam o corpo de forma adequada. Flávia aconselha ainda a usar um cachecol para cobrir o nariz e a boca e respirar pelo nariz para aquecer o ar antes de levá-lo aos pulmões. Outras recomendações são continuar o consumo dos medicamentos normalmente e praticar exercícios físicos, o que ajuda a manter o corpo aquecido e a melhorar a circulação sanguínea, além de fortalecer a saúde dos pulmões.

 

Dra. Flávia Salame é pneumologista e mestre em Doenças Tropicais e Infecciosas, graduada pela Universidade Federal do Pará e atua em Manaus (AM). CRM-AM: 7921 – Site oficial

 

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
TAGS
alergias-respiratorias
gripe
imunidade
respiracao

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

2 comentários para "É mais difícil se recuperar de uma doença respiratória no clima frio?"

José Cícero

Muito pertinente as informações neste site estou convivendo com asma e as dicas são de grande importância para mim

CUIDADOS PELA VIDA

Oi José Cícero, ficamos felizes que tenha gostado. Continue por aqui para ter acesso a essas e outras informações. Desejamos sucesso em seu tratamento. Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.