Ansiedade: principais sintomas, causas e como é o tratamento dessa doença


  • +A
  • -A
Imagem do post Ansiedade: principais sintomas, causas e como é o tratamento dessa doença

A ansiedade pode ser caracterizada como uma sensação de inquietude interna, geralmente desagradável. É aquela preocupação com o futuro ou aquela sensação de alerta diante de um perigo, um sentimento muito comum e quase todo mundo enfrenta, em determinadas situações. Entre os sintomas que a ansiedade pode causar, em intensidades diferentes, estão tontura, tremores, sudorese, boca seca, aperto no peito e batimentos cardíacos acelerados.

Entretanto, ela passa a ser considerada uma doença quando estes sintomas desencadeiam sofrimento intenso em alguém. “A divisão entre ansiedade leve, moderada e grave se dará de acordo com a intensidade dos sintomas, do sofrimento associado a eles, bem como da intensidade do prejuízo funcional acarretados”, explica a psiquiatra Luciana Staut.

Transtornos de ansiedade são desencadeados por vários fatores


Segundo a especialista, não há uma origem exata para a ansiedade em seus diferentes níveis. O surgimento dos transtornos é considerado multifatorial, o que significa que depende não apenas de um, mas de vários fatores. “Vulnerabilidade genética, ou seja, familiares com quadros ansiosos, e algumas características de temperamento e comportamento podem estar associados ao seu desenvolvimento”, afirma a médica.

Além disso, não é possível ignorar a influência ambiental no desenvolvimento da ansiedade leve e moderada. Passar por algum momento traumático em qualquer fase da vida, como um acidente de trânsito, por exemplo, pode levar o problema a níveis exagerados. O mesmo vale para ambientes disfuncionais, como local de trabalho com muito estresse, para o uso de substâncias e para alterações dos neurotransmissores.

Quando a ansiedade deixa de ser leve ou moderada?


Existem vários
indícios de que a doença está gerando consequências negativas para um paciente e, portanto, necessita de tratamento. Alterações duradouras para mais ou para menos de sono, mudanças no apetite, no peso e na fadiga, aumento na percepção de dores de cabeça e pelo corpo, redução da capacidade de se concentrar e de memorizar fatos e alterações do hábito intestinal.

Um estudo conduzido pelo Hospital das Clínicas da USP revelou que níveis preocupantes de ansiedade não são incomuns: cerca de 12,5% da população tem algum transtorno de ansiedade. Entre eles, estão o transtorno do pânico, transtorno de ansiedade generalizada, transtorno de estresse pós-traumático e fobia social. Estima-se ainda que 10% das crianças e dos adolescentes sofrem de algum distúrbio.

Dra. Luciana Cristina Gulelmo Staut é psiquiatra, formada pela Universidade Federal de Mato Grosso, membro da Sociedade Brasileira de Psiquiatria e atende em Cuiabá (MT). CRM-MT: 6734

Foto: Shutterstock

TAGS
ansiedade
estresse
psicologico

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

6 comentários para "Ansiedade: principais sintomas, causas e como é o tratamento dessa doença"

Cremilde larini

Muitas tonturas e visão turva

Conceição

O que fazer para melhorar??

Lucélia

Tenho uma ansiedade imensa tenho muita dor no peito o que fazer

Cuidados Pela Vida

Oi Conceição e Lucélia, é possível ser tratado apenas com psicoterapia, ou seja, com o acompanhamento de um psicólogo. Você pode procurar um profissional próximo de sua região para que ele indique o tratamento para o seu caso. Melhoras.

Thaís

Estou me sentindo muito cansada com sensação de desmaios e sempre com tonturas e vertigem. Já faço tratamento de ansiedade. Tem dias que tenho a sensação de que vou morrer. Isso é normal ???

Cuidados Pela Vida

Oi Thaís, a ansiedade patológica pode provocar sintomas corporais, como inquietação, ‘nervos à flor da pele’, fatigabilidade, dificuldade de concentração, ‘branco’ na mente, tensão muscular. Retorne com o médico que a acompanha, e relate para ele como você vêm se sentindo para que ele possa te ajudar. Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.