Febre amarela: quais são os primeiros sintomas? Saiba mais sobre essa doença!

  • +A
  • -A

A febre amarela é um quadro infeccioso viral que se estabelece no organismo por meio da picada de mosquitos. Nas zonas urbanas, o inseto que transmite a doença é o mesmo da dengue, o Aedes aegypti. Em geral, a febre amarela não apresenta sintomas, mas em alguns casos estes podem aparecer, causando desconforto e mal estar aos pacientes.  

Sintomas da febre amarela


“Normalmente, a febre amarela se apresenta com ausência de sintomas ou com poucos sintomas. As primeiras manifestações da doença ocorrem repentinamente com: febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça, dor muscular, náuseas e vômitos, por cerca de três dias”, informa o infectologista Bruno Scarpellini.

Ainda segundo o especialista, a forma mais grave da doença é mais rara e costuma aparecer após um breve período de bem-estar, quando podem ocorrer insuficiências hepática e renal, icterícia (olhos e pele amarelados), manifestações hemorrágicas e cansaço intenso. “Mesmo assim, a maioria dos infectados se recupera bem e adquire proteção permanente contra a doença”.

Prevenção e fatores de risco da febre amarela


Não existe um tratamento específico para a febre amarela. É possível apenas controlar os sintomas e as complicações por meio de algumas medidas, como reidratação, uso de anti-inflamatórios, repouso, reposição sanguínea, entre outros. Quem ainda não manifestou a doença deve buscar
se proteger com a vacinação, que é considerada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) a forma mais importante de prevenção.   

As maiores chances de se contrair febre amarela estão com aqueles que não tiveram contato com a doença e nunca se vacinaram contra ela. Pessoas mais velhas, acima dos 60 anos de idade, também estão mais sujeitas a desenvolverem o quadro. Com estes precedentes, viajar para locais onde o vírus está ativo se torna um risco.

Dr. Bruno Scarpellini é infectologista e epidemiologista, pesquisador e epidemiologista do Laboratório de Retrovirologia da Escola Paulista de Medicina/Unifesp. CRM-RJ: 5271607-3.

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. Bruno Scarpellini

Dr. Bruno Scarpellini

Infectologia

CRM: 52716073 / RJ

TAGS
dores-no-corpo

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

2 comentários para "Febre amarela: quais são os primeiros sintomas? Saiba mais sobre essa doença!"

Orlians Carvalho

Dúvidas:1 – Os idosos acima de 60 anos não podem se vacinar?2- Se não, na dúvida se há ou não mosquitos transmissores em regiões potencialmente propícias à existência deles, estão eles condenados a evitar, definitivamente, a visita/estada a/em tais lugares? 3 – Ainda, como devem se proteger se, mesmo ante o perigo potencial, se aventurarem por tais locais?Os aconselhamentos em relação aos idosos, na época de maior incidência da febre amarela no país, deixaram muito a desejar. Com o verão em curso, penso ser de grande valia esclarecimentos mais precisos, para que se resguardem adequadamente!Grato!

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Orlians, conforme informado na matéria pessoas mais velhas, acima dos 60 anos de idade, estão mais sujeitas a desenvolverem o quadro da doença. Ao viajar para locais onde o vírus está ativo é muito importante consultar o médico diante de uma consulta presencial para que ele possa indicar se existe a necessidade de tomar a vacina ou não. O próprio médico também indicará as formas de se proteger da doença de formas alternativas, pois cada individuo possui sua particularidade e será indicado formas de prevenção mais eficazes para cada um. Encaminharemos para nossa areá responsável sua sugestão para maiores esclarecimentos sobre a doença. Até a próxima.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.