search
    Título

    Tratamento para varizes: as primeiras recomendações que você deve seguir

    Pele e Beleza
    Varizes

    Por Dr. Jayme Ramos de Almeida Filho

    22 de setembro de 2017

    Em um tratamento de varizes, é preciso que você adote algumas práticas e hábitos simples para controlar e amenizar a doença. Evitar uso de roupas apertadas, elevar as pernas sempre que possível e usar meias de compressão são exemplos imediatos. Contudo, essas não são as primeiras recomendações do tratamento, segundo o angiologista Jayme Ramos. Para ele, tudo se inicia na fase de prevenção.

    Prevenção e tratamento precoce são chaves para evitar varizes e suas complicações


    “Acredito que as primeiras recomendações sejam tentar evitar o desenvolvimento das varizes. Como as varizes são veias que se dilataram e se deformaram, se você conseguir conter os fatores de risco, como obesidade, sedentarismo e hipertensão venosa, o desenvolvimento das veias varicosas será retardado. Consequentemente,
    suas complicações irão diminuir”.
    É importante ressaltar que quanto mais cedo você iniciar o tratamento, inclusive na fase de prevenção do desenvolvimento das varizes, mais complicações irá evitar. “Úlceras venosas, edemas e tromboflebites são exemplos de complicações”. Além disso, ao começar o tratamento o mais cedo possível você consegue, por vezes, evitar métodos intervencionistas ou mais agressivos, mantendo um resultado satisfatório mesmo assim.

    A importância do medicamento específico

    É importante destacar que o paciente deve seguir à risca a recomendação médica, especialmente com o medicamento indicado na receita. Alguns remédios para varizes, devido a características de sua formulação, não podem ser, de forma segura, equiparados a outras opções do mercado, mesmo que tenham, aparentemente, a mesma composição. Por isso, para garantir a eficiência do tratamento e a sua segurança, é melhor seguir a prescrição.

    Sintomas e causas das varizes


    Muitos sintomas podem indicar que as varizes precisam ser tratadas, mas, em geral, o que leva o paciente a procurar o médico são dores, inchaço e a ocorrência de manifestações inflamatórias. “As veias varicosas podem também estar trombosadas e associadas a sintomas de hipertensão venosa (insuficiência venosa), tais como: alteração da cor da pele, alteração da estrutura da pele, úlceras venosas e edemas”.
    O médico aponta que você não deve ver a doença como algo isolado, mas sim como uma síndrome, já que existem diversas causas envolvidas. “Juntas, as causas relacionadas a um quadro de varizes contribuem para gerar uma veia varicosa. Dentre essas causas temos as teorias de hereditariedade e de insuficiência venosa, sobrepeso, sedentarismo etc”.
    Foto: Shutterstock

    Newsletter
    Tags
    obesidade
    varizes
    Compartilhamento

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes