search
    Título

    Saiba como tirar catarro preso da garganta: Sintomas, causas e dicas

    Cuidados e Bem-estar
    Gripe e resfriado

    Por Dr. Alexandre de Melo Kawassaki, Dr. Mauro de Luís Mello Ferreira e Dra. Vanessa Hartmann

    19 de junho de 2017

    O catarro preso na garganta é um incômodo comum à maioria das pessoas e que pode se originar de diversas causas. O problema também conta com várias soluções. De acordo com o pneumologista Alexandre Kawassaki, há duas manobras principais para eliminar esse catarro preso: a tosse e a limpeza da garganta. Saiba mais sobre como tirar o catarro da garganta.

    Como tirar catarro da garganta?


    A eliminação do catarro na garganta pode ser feita de diferentes maneiras. Listamos abaixo, algumas soluções para te ajudar a alivar o pigarro na garganta.

    1. Gargarejo para tirar catarro da garganta:

    O gargarejo com um copo de água de 100 ml morna e meia colher de chá de sal, ajuda a diluir o muco devido a ação do sal, dessa forma, facilita a eliminação do muco. Convém lembrar que a água com sal também desempenha a finalidade de antisséptico . Por último, a água morna auxilia na dilatação das artérias, aumentando assim a circulação sanguínea e consequentemente mais células de defesas chegarão até o local.

    2. Chá de Gengibre e Mel:

    O chá de gengibre e mel é uma ótima opção para aliviar sintomas de resfriados, gripes, problemas respiratórios e catarro na garganta. Misture o pó de gengibre com uma colher de sopa de mel e água morna. Nesse caso além da água morna, temos também o gengibre e mel que possuem propriedades antibacterianas e antioxidantes, auxiliando a combater alguma possível infecção que pode ser a causadora do muco na garganta.

    3. Lavagem nasal como realizar?

    A especialista Dra.Vanessa Hartmann recomenda que lavagem nasal que seja realizada com soro fisiológico 0,9%. Para isso, pode se recorrer ao auxílio de seringas (sem agulha), colocando o soro fisiológico diretamente nas narinas, ou de dispositivos que possuem conta-gotas e sprays. “Alguns dispositivos disponíveis no mercado hoje em dia possibilitam a aplicação de jato contínuo e até mesmo aplicação 360º, o que facilita o procedimento com o soro fisiológico”.

    A doutora, ainda aponta que para aqueles indivíduos que possuam os sintomas de rinite alérgica, podem necessitar, além de uma higiene nasal frequente, o uso de sprays diretamente no nariz para reduzir a inflamação. Além disso: “O controle ambiental também é fundamental, evitando tapetes, carpetes, cortinas e mantendo a casa limpa, arejada e ventilada”

    Perigos e causas do catarro preso na garganta


    De acordo com o pneumologista, o catarro preso na garganta, em geral, não é perigoso, pois, na maioria das vezes, essa secreção não é produzida na garganta. “Ela é formada em outra parte do corpo e acumula naquela região”. Pode haver perigo se, ao fazer a solução de água e sal para diluir o muco, você acabar engolindo a mistura. Isso causa desidratação. Deve-se apenas fazer o gargarejo e depois cuspir.  

    A principal questão quando há o catarro preso na garganta, segundo o médico, é a definição das doenças que o causam, pois é a partir dela que se consegue fazer o tratamento. “Os dois principais diagnósticos são: doença do refluxo gastroesofágico e síndrome do gotejamento pós-nasal, representada por rinites e sinusites crônicas”.

     

    Newsletter
    Tags
    catarro
    garganta
    pigarro
    tosse
    Compartilhamento

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes