search
Título

Que tipo de alimentos e bebidas devemos evitar quando estamos com gases?

Uncategorized

Por

A produção de gases no organismo ocorre muito em função da digestão dos alimentos e bebidas ingeridos pelas pessoas. Alguns itens das refeições contribuem mais para a formação desses gases, pois são digeridos com maior lentidão, devido a sua composição. Como o excesso de gases pode ser um incômodo, é recomendado reduzir ao máximo o consumo de alimentos que favoreçam o quadro.

Alimentos, bebidas e produção de gases

 


Dentre os alimentos flatulentos, ou seja, que produzem gases, destacam-se: agrião, acelga, cebola, alho, brócolis, couve, jabuticaba, melão, melancia, ervilha, feijão, lentilha, milho, pimentão, pimenta do reino, repolho, rabanete, batata doce, leite, queijos temperados, abacate, nozes, ovos, peixe, mostarda, nabo e beterraba”, aponta a nutricionista Carla Cotta.
Segundo a especialista, as bebidas gaseificadas também favorecem a formação intestinal de gases, assim como o consumo exagerado de líquido durante as refeições, pois isso aumenta a fermentação dos alimentos. “Quando se consome sucos ou bebidas doces e líquidos, em geral, junto das refeições principais, ocorre uma ‘diluição’ ou menor ação das enzimas digestivas, que promovem a digestão adequada”.

Modos de evitar o excesso de gases

 


Além da flatulência, outros sintomas que normalmente aparecem após a ingestão dessas comidas e bebidas são o
inchaço na barriga e a dor abdominal. Algumas combinações de alimentos podem estimular ainda mais a formação de gases, como a junção de feijão e repolho, por exemplo. Nesses casos, os alimentos sofrem fermentação por mais tempo no intestino.
Alguns hábitos alimentares simples podem ajudar a evitar esse excesso de gases, tais como fazer as refeições sem beber líquidos ao mesmo tempo, apostar em frutas que favorecem a digestão, como mamão e abacaxi, além de iogurte, que melhora a flora intestinal. “Deixar os feijões e leguminosas de molho e trocar a água ajuda a prevenir a produção de gases intestinais. Preparar os alimentos com folhas de louro também é recomendado nesse sentido”, completa.

 

Foto: Shutterstock

Newsletter
Compartilhamento

Posts relacionados

Converse com um dos nossos atendentes