AchèAchè
    search
    Título

    Quais vitaminas mais influenciam na imunidade das crianças?

    Uncategorized

    Por

    O sistema imunológico está a todo momento se defendendo dos ataques de micro-organismos causadores de doenças, como bactérias, vírus e fungos. Neste sentido, ter uma alimentação equilibrada e saudável é essencial porque fornece os nutrientes necessários para o bom funcionamento das células que compõem a barreira imunológica do corpo. Descubra quais são as vitaminas e outros nutrientes que mais influenciam a imunidade das crianças.

    Vitamina D, ferro e zinco são fundamentais para a imunidade das crianças


    “Os nutrientes que mais influenciam a imunidade das crianças são a vitamina D, o ferro e o zinco”, afirma a pediatra Flávia Bello. Como o organismo dos pequenos ainda está se desenvolvendo, a deficiência desses nutrientes pode causar sérios problemas. Além de equilibrar as defesas do corpo, a vitamina D inibe processos inflamatórios, muito frequente em casos de infecções, controla a pressão arterial, diminui o risco de diabetes e doenças metabólicas e ajuda no desenvolvimento dos ossos. 

    De acordo com o Ministério da Saúde, a exposição solar pode oferecer até 80% da quantidade de vitamina D que o corpo precisa diariamente, enquanto os outros 20% podem ser obtidos por meio da alimentação. “A vitamina D pode ser obtida a partir de fontes alimentares, por exemplo, óleo de fígado de bacalhau, peixes gordurosos, como o salmão, o atum e a cavala, gema de ovo e cogumelos”, cita a nutróloga Paula Whyte.

    Crianças são grupo de risco para a deficiência de zinco e ferro


    Segundo Dra. Paula,
    os baixos níveis de zinco também atrapalham o funcionamento do sistema imune, afetando principalmente os linfócitos, células responsáveis pela defesa do corpo. Aproximadamente 25% da população mundial é deficiente em zinco e as crianças compõem, junto com idosos e pessoas com dietas restritivas, o principal grupo de risco. 

    ”A deficiência de zinco está relacionada com a linfocitopenia, queda da quantidade de células de defesa. A modificação nas proporções de linfócitos pode contribuir para o desequilíbrio do sistema imunológico, afetando sua resposta e sua regulação”, explica a especialista. O zinco pode ser encontrado em alimentos como grãos integrais, aveia, castanhas, nozes e amêndoas.

    Da mesma forma, a deficiência de ferro também afeta o sistema imunológico, aumentando as chances de as crianças desenvolverem um quadro de anemia ferropriva. O nível insuficiente de ferro também contribui para surgimento de doenças infecciosas. Este nutriente pode ser encontrado em alimentos como feijão, couve, espinafre e agrião.


    Dados do Ministério da Saúde:
    http://www.blog.saude.gov.br/geral/34330-vitamina-d

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes