AchèAchè
    search
    Título

    Quais são as doenças mais perigosas para crianças com a imunidade baixa?

    Saúde Infantil

    Por

    Crianças que apresentam imunidade baixa, além do normal, são ainda mais vulneráveis e exigem dos pais atenção redobrada. Com o sistema de defesa deficiente, o risco de infecções aumenta significativamente, inclusive de doenças perigosas, que podem ameaçar não apenas a saúde, mas a vida dos pequenos. 

    Doenças mais perigosas para crianças com imunidade baixa


    De acordo com a alergista e imunologista Brianna Nicoletti, as doenças mais perigosas para crianças com imunidade baixa são as
    infecções respiratórias e gastrointestinais. “Estas são as principais causas de morbidade em crianças”, afirma a médica. Ainda segundo a especialista, dentre as crianças com infecções recorrentes, 50% podem ser saudáveis, 30% tem algum tipo de alergia, 10% possui doenças crônicas e 10% pode ter algum tipo de imunodeficiência.  

    Vale ter em mente que existem particularidades nos diferentes tipos de imunodeficiências. Por exemplo, crianças com deficiências predominantemente de anticorpos, geralmente apresentam infecções respiratórias recorrentes causadas por bactérias. “Já as deficiências da imunidade celular estão mais associadas a infecções graves e precoces causadas por agentes como vírus, protozoários, fungos, micobactérias, etc.”, acrescenta Nicoletti.  

    Cuidados para evitar que os pequenos sofram com doenças perigosas


    Para evitar que os pequenos com baixa imunidade venham a
    desenvolver essas doenças perigosas, é importante seguir algumas medidas preventivas, como por exemplo: manter o calendário de vacinas obrigatórias em dia; ajudar o filho a ter uma rotina adequada de sono; orientá-lo a não compartilhar itens de higiene pessoal com demais crianças e lavar as mãos frequentemente.

    “No caso das crianças alérgicas e sem controle das alergias, deve-se ter ainda mais cuidados, pois estas são mais propensas a adoecer. Nesse caso específico, é muito importante que a lavagem nasal com soro fisiológico seja feita todos os dias. Por último, vale ressaltar que crianças com imunodeficiências primárias não devem comer alimentos crus”, finaliza a médica.

     

    Foto: Shutterstock

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes