search
    Título

    Quais são as principais causas da pele ressecada?

    Uncategorized

    Por

    O ressecamento da pele é um problema que afeta tanto as mulheres quanto os homens e provoca coceira, rachaduras e descamação, podendo incomodar bastante. Ainda que algumas pessoas tenham a pele naturalmente mais seca, algumas práticas no dia a dia e o uso de produtos tópicos podem ajudar a prevenir ou a mitigar esse problema.

    Sabonetes agressivos prejudicam a hidratação da pele

    “As causas de uma pele ressecada são inúmeras, tais como hereditariedade, envelhecimento, dermatites, fatores hormonais, medicações, clima, banhos quentes, excesso de exposição ao sol, sabonetes inadequados e exposição frequente ao ar condicionado”, cita a dermatologista Patrícia Mafra.
    Banhos muito quentes e demorados destroem a barreira protetora da pele, atrapalhando a manutenção da sua hidratação, situação que pode ser agravada com o uso de sabonetes muito agressivos. No verão, a pele queimada do sol resseca mais facilmente e, além disso, no longo prazo, a exposição aos raios solares favorece o envelhecimento da pele, que se torna naturalmente mais seca com o avanço da idade.

    Como tratar a pele ressecada?

    O tratamento da pele ressecada, segundo a dermatologista, depende do diagnóstico de cada paciente, o que mostra a importância de procurar um especialista assim que notar o problema. “A pele seca pode ser tratada com uma reeducação de hábitos, como uso diário de hidratantes e protetores, e até o uso de medicamentos tópicos e orais”, explica a médica. Além disso, uma limpeza adequada de pele, com produtos específicos para combater o ressecamento e com formulação suave, também é importante para o tratamento.
    As dermatites, por exemplo, são doenças inflamatórias de diversos tipos e causam sintomas desconfortáveis aos pacientes, como o ressecamento da pele, e seu tratamento deve ser conduzido por um dermatologista. Já as mudanças hormonais, como variações nos níveis de testosterona, podem ser tratadas por um endocrinologista.

     

    Foto: Shutterstock

    Newsletter
    Compartilhamento

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes