AchèAchè
    search
    Título

    Pressão alta sob controle? Veja porque você não deve parar o tratamento!

    Uncategorized

    Por

    Segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), cerca de 30% da população brasileira sofre com a hipertensão, também chamada de pressão alta, doença silenciosa que afeta diretamente o bem-estar e pode acarretar riscos de vida para o portador. No entanto, é possível controlar a pressão alta com o uso de medicamentos, por exemplo, o que faz com que muita gente acabe negligenciando os cuidados com o passar do tempo e, pouco a pouco, deixe o tratamento de lado. 

    O cardiologista Guilherme Utsumi conversou com a equipe do Cuidados Pela Vida sobre o assunto. O médico explicou como controlar a pressão alta e destacou a importância de se manter firme no tratamento da hipertensão. Confira! 

    Entenda como controlar a pressão alta pode ajudar com outras doenças!


    Regular a pressão arterial é uma das maiores preocupações de quem sofre com a doença, já que desenfreada, a hipertensão pode levar a problemas cardíacos mais graves, como um
    infarto do miocárdio ou um acidente vascular cerebral (AVC). Por isso, o ideal é estar acompanhado de um cardiologista regularmente, que prescreverá um remédio para pressão alta e outras medidas importantes para manter os níveis de pressão estáveis. 

    No entanto, engana-se quem pensa que estar com a hipertensão controlada é motivo para abandonar o tratamento. Dr. Utsumi enfatiza que continuar usando a medicação é extremamente necessário. “Provavelmente, a pressão só está controlada porque está utilizando a medicação corretamente. Se suspender o remédio para pressão alta, a pressão tende a descontrolar. Além disso, muitas medicações para pressão alta têm efeito benéfico em outras comorbidades”, reforça o especialista. Entre elas, podemos citar o diabetes, a obesidade e doenças do sistema circulatório.

    Tratamento da hipertensão vai além do remédio para pressão alta


    Afinal, como controlar a pressão alta? Os medicamentos são fundamentais, com certeza. Entretanto, hábitos e atividades que ajudem a manter um estilo de vida saudável também devem fazer parte do tratamento da hipertensão. Em alguns casos, essas medidas podem até mesmo ser suficientes para o tratamento. “Na hipertensão em estágio inicial e sem complicações, o
    controle do peso, início de atividade física em pacientes sedentários e uma alimentação adequada podem dispensar o uso de medicação”, explica Dr. Utsumi. 

    “Há também casos em que a pressão alta é secundária a outra doença e o tratamento desta doença é o suficiente para controle da pressão”, afirma o médico. Vale lembrar que é muito importante ir frequentemente a consultas com o seu cardiologista, pois em alguns casos, as doses do remédio para pressão alta devem ser ajustadas e até mesmo diminuídas.


    Dados da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC): 
    https://www.portal.cardiol.br/post/sbc-realiza-maratona-para-debater-hipertensao 

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes