AchèAchè
    search
    Título

    Osteoartrite: A doença pode causar o desgaste total da cartilagem articular?

    Uncategorized

    Por

    A osteoartrite, segundo o Ministério da Saúde, é uma doença que surge como parte do envelhecimento do corpo. Ela é marcada pelo desgaste da cartilagem que reveste as articulações e por alterações nos ossos. Buscar ajuda médica precocemente é muito importante, já que a doença, ao chegar em um estágio mais avançado, pode levar ao desgaste total da cartilagem articular.

    Desgaste total da cartilagem articular dificulta vida do paciente


    “A osteoartrite pode provocar o desgaste quase completo. A cartilagem é perdida quase completamente e o paciente sofre consequências disso”, afirma a reumatologista Licia Mota. Ao iniciar o tratamento ainda no início da doença, o paciente tem a chance de retardar o avanço do desgaste, mas
    sem as medidas necessárias, a tendência é que o problema piore até desgastar totalmente a cartilagem. 

    Segundo a médica, o principal sintoma nos casos avançados de osteoartrite é a dor. “A dor não é necessariamente proporcional ao nível de perda da cartilagem, porque ela depende de vários fatores, como percepção individual da dor, peso corporal e grau de fortalecimento muscular”, explica a especialista. Outras consequências são rigidez articular e dificuldade para se movimentar. 

    Como aliviar os sintomas da osteoartrite avançada?


    Quando a articulação se desgasta totalmente, além do tratamento mais tradicional,
    a artroplastia também pode ser recomendada. Trata-se de um procedimento cirúrgico que troca a articulação problemática por uma prótese. 

    “Nesses casos muito avançados, a articulação é removida e substituída por uma prótese. Se bem indicado, isso tem um resultado muito bom, gera um alívio muito grande dos sintomas e uma grande melhoria para a qualidade de vida do paciente”, informa a médica. 

    As outras medidas necessárias para o tratamento são aquelas aplicadas em outras fases da osteoartrite. O médico pode indicar medicações para amenizar a dor e para reforçar a cartilagem, sessões de fisioterapia, controle do peso corporal, além de atividades físicas para garantir o fortalecimento muscular e mudanças nos hábitos de vida. 


    Dados do Ministério da Saúde:
    http://bvsms.saude.gov.br/dicas-em-saude/154-artrite-reumatoide-e-artrose-oesteoartrite

    Foto: Shutterstock

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes