AchèAchè
    search
    Título

    O que é a caspa persistente? Saiba mais sobre essa manifestação mais severa do problema!

    Uncategorized

    Por

    A caspa nada mais é que a descamação do couro cabeludo em pessoas que têm a dermatite seborreica, uma doença dermatológica inflamatória. Ela se manifesta nas partes do corpo em que existe um aumento na quantidade de glândulas sebáceas e/ou presença do fungo Pityrosporum ovale. A caspa persistente é uma característica da doença que tem tendência à cronicidade e recorrências. 

    Alimentação sem vitaminas pode tornar caspa persistente


    Segundo a dermatologista Elizabeth Senra, a Medicina já descobriu alguns fatores que podem tornar a caspa persistente. Ela cita como exemplos “fatores intrínsecos, como a predisposição individual e familiar, além de alterações hormonais, glândula sebácea responsiva à testosterona, estresse levando ao aumento do cortisol e alimentação pobre em vitaminas e zinco”. 

    Fatores ambientais também podem agravar e perpetuar o quadro de dermatite seborreica no couro cabeludo. É o caso do clima frio e seco e das mudanças bruscas de temperatura. “Existem também doenças que cursam com uma incidência aumentada de dermatite seborreica, como AIDS, doença de Parkinson e outras desordens neurológicas, obesidade e alcoolismo”, alerta a especialista. 

    Shampoos especiais ajudam no tratamento da caspa


    O
    tratamento da caspa envolve uma série de medidas. Uma delas é o uso prolongado de shampoos e dos pré-shampoos, que conseguem lavar o couro cabeludo e que contêm ativos seborreguladores e anti-inflamatórios. “Esses produtos vieram para ajudar a tratar a doença que está no couro cabeludo sem agredir o fio do cabelo, uma das principais queixas das mulheres durante o tratamento”, informa a dermatologista. 

    Nos casos de caspa persistente, o profissional pode indicar o uso de soluções tópicas manipuladas, com o objetivo de controlar a inflamação e de reduzir a população de fungos. Além disso, Dra. Elizabeth cita também o tratamento da flora intestinal com probióticos, medida que vem demonstrando ser bastante eficaz.


    Foto: Shutterstock

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes