AchèAchè
    search
    Título

    Menopausa: saiba como essa fase da vida pode abalar o psicológico da mulher!

    Cuidados e Bem-estar
    Saúde da Mulher

    Por Dra. Clarissa Botelho

    22 de março de 2022

    A menopausa é o período da vida da mulher em que os ovários param de produzir estrogênio. Nessa fase, que ocorre geralmente entre os 45 e os 55 anos de idade, os ciclos menstruais cessam e o período fértil acaba. Por ser uma época de muitas mudanças, a menopausa pode ser uma fase complicada para muitas mulheres, com consequências capazes de atrapalhar a saúde mental. Entretanto, a ginecologista Clarissa Botelho traz algumas informações importantes para te mostrar que a menopausa não precisa ser um bicho de sete cabeças. Confira!

    “Muitas mulheres associam a chegada da menopausa ao envelhecimento e à perda de valor perante a sociedade. Apesar de esta ideia ser equivocada, a saúde psicológica feminina, muitas vezes, é afetada, provocando baixa autoestima”, afirma a ginecologista. Em um mundo com grande apelo à sexualidade e forte associação entre sensualidade e juventude, somado, muitas vezes, com a saída dos filhos de casa e mudanças na rotina, a mulher pode ter dificuldades para se sentir feliz e realizada. 

    Quais são os sintomas da menopausa?

     

    Agregado a isto, os sintomas da menopausa impõem desafios com os quais as mulheres não estão habituadas a lidar, o que pode causar a sensação de frustração, segundo Dra. Clarissa: “A falta de estrogênio pode provocar um turbilhão de sintomatologias, como fogachos (calorões), ressecamento vaginal e da pele, distúrbios do sono, irritabilidade, redução da libido e aumento da gordura abdominal”. 

    Na menopausa, é comum ainda surgirem sintomas de depressão, ansiedade, problemas de memória e de concentração. Junto a isso, soma-se a atenção a doenças que podem começar a preocupar, como é o caso da osteoporose, o que pode abalar a saúde emocional. Entretanto, com o acompanhamento correto, normalmente, a paciente percebe que esta fase pode proporcionar muito mais liberdade. 

    Acompanhamento médico é fundamental para saúde mental

     

    Segundo a ginecologista, é possível passar pela menopausa com menos pedras pelo caminho se a mulher tiver o acompanhamento médico necessário e o apoio de familiares e amigos. “Há várias opções de tratamento, de acordo com a sintomatologia da paciente. Além da manutenção dos exames preventivos, que nesta fase se acrescenta a avaliação óssea, há terapias hormonais e o uso de psicotrópicos para auxiliar no bem-estar da mulher”, informa a médica. 

    “Outro hábito que considero fundamental é a prática da atividade física aeróbica e da musculação, já que previne a perda de massa muscular e ajuda a aliviar os fogachos. Por último, o amparo da assistência psicológica, também colabora para reduzir o impacto das crenças limitantes a respeito da menopausa”, conclui Dra. Clarissa.

    Tags
    saúde da mulher
    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes