AchèAchè
    search
    Título

    Hipertensão: Açúcar em excesso é um fator de risco para a doença?

    Hipertensão

    Por

    Segundo uma pesquisa coordenada pelo Ministério da Saúde, cerca de 24,7% dos brasileiros que vivem em capitais têm hipertensão. Para evitar o desenvolvimento da doença é preciso se evitar, primeiro, os fatores de risco da doença. É o caso, por exemplo, da ingestão de grandes quantidades de sal e de alimentos ricos no chamado colesterol ruim. O consumo de açúcar em excesso também é considerado um fator de risco para a pressão alta? Confira!

    Açúcar em excesso favorece pressão alta e sobrepeso


    Para o cardiologista Marcus Gaz, a resposta para esse questionamento é clara: “Sem dúvida nenhuma! O consumo excessivo de açúcar está relacionado ao desenvolvimento de hipertensão no longo prazo. A principal teoria é de que o
    sobrepeso, que está associado ao açúcar em excesso, acaba levando à hipertensão. Esse é o principal mecanismo que relaciona essas duas doenças”. 

    Segundo o médico, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que o consumo de açúcar refinado não ultrapasse 30 gramas por dia. “Para se ter uma ideia, um cafezinho adoçado com 2 colheres de açúcar já é quase metade dessa quantidade diária. Uma quantidade maior que essa está relacionada não só ao maior risco de diabetes, mas também de sobrepeso”, alerta o especialista.

    Dr. Gaz explica que os brasileiros estão cada vez mais perto de consumir de 90 a 100 gramas por dia: “A gente está três vezes acima do recomendado. O açúcar é barato e está amplamente disponível, desde a bolachinha que acompanha o café até as grandes sobremesas, pães e massas. Tudo isso vira açúcar, em última instância”. 

    Evitar fatores de risco é a melhor forma de prevenir a hipertensão

     

    A melhor maneira de evitar que o açúcar em excesso favoreça o desenvolvimento da hipertensão é, portanto, consumi-lo com moderação, especialmente quem já enfrenta outros fatores de risco. “O maior inimigo da saúde cardiovascular é o acúmulo de fatores de risco. Se eu já tenho problema de colesterol, se sou fumante, se sou obeso e se tenho hipertensão, diminuindo o meu consumo de açúcares, eu diminuo o risco de desenvolver diabetes, que é um dos grandes fatores de risco”, conclui o cardiologista.

    Referências: 

    Ministério da Saúde: https://www.saude.gov.br/noticias/agencia-saude/45446-no-brasil-388-pessoas-morrem-por-dia-por-hipertensao

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes