AchèAchè
    search
    Título

    Existem hábitos que podem contribuir para uma piora da caspa?

    Uncategorized

    Por

    A caspa é resultado da dermatite seborreica, doença de pele crônica que acomete os indivíduos por causas variadas. De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, a inflamação pode ter origem genética ou desencadeada por agentes externos, como alergias, estresse emocional, fadiga, baixa temperatura e excesso de oleosidade. 

    Principais hábitos que pioram a caspa


    Além desses fatores, alguns hábitos cotidianos podem
    contribuir para a piora da caspa em indivíduos que já sofrem com o problema. “Alguns hábitos ruins são relevantes nesse contexto, como lavar os cabelos antes de dormir, por exemplo, pois promove excesso de umidade e propicia a proliferação de fungos”, informa a dermatologista Gabriella Albuquerque. 

    Ainda segundo a especialista, lavar os cabelos apenas uma ou duas vezes por semana também pode piorar uma situação de caspa, já que isso permite que haja excesso de triglicérides e cera no couro cabeludo – o que também alimenta a proliferação de fungos – assim como lavar os cabelos com água quente. Neste caso, ocorre vasodilatação e aumento de secreção de óleo nos cabelos.

    “Limpar os cabelos com sabonetes é outro hábito ruim para quem tende a sofrer com caspa, pois estes produtos são desenvolvidos para amenizar as gorduras corporais e não as gorduras dos cabelos. Deixar de esfregar o couro cabeludo durante a lavagem também é relevante. Devemos massagear com a ponta dos dedos o couro cabeludo para ajudar na remoção da sujeira e oleosidade durante o processo de enxaguar”, explica a médica.

    Tratamento contra caspa


    Para combater a caspa é necessário, em primeiro lugar, procurar um médico dermatologista para analisar o caso e indicar o tratamento mais adequado. Em muitas situações é prescrito o
    uso de shampoos anticaspa capazes de promover limpeza, controle de oleosidade e alívio da coceira e descamação. Junto a isso, evitar os fatores de risco já mencionados.   

     

    Dados da Sociedade Brasileira de Dermatologia:

    https://www.sbd.org.br/dermatologia/pele/doencas-e-problemas/dermatite-seborreica/3/

     

    Foto: Shutterstock

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes