AchèAchè
    search
    Título

    É possível ter herpes e nunca manifestar as feridas? Por que isso acontece?

    Herpes
    Sintomas

    Por Dra. Janine Pichler

    5 de março de 2020

    O herpes é uma infecção viral que provoca o surgimento de bolhas avermelhadas nos lábios ou na região genital. Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), aproximadamente 99% da população adulta já teve contato com o vírus, ainda na infância ou na adolescência, e adquiriu imunidade. É comum que essas pessoas apresentem um único episódio ou ainda nunca manifestem as feridas. Por que isso acontece? Entenda!

    Maioria das pessoas não manifesta as lesões do herpes


    De acordo com a dermatologista Janine Pichler, algumas pessoas têm maior possibilidade de apresentar os sintomas em comparação com outras que, mesmo tendo contato com o vírus, nunca desencadearam as feridas, já que o sistema imunológico delas não permite o desenvolvimento dos sintomas típicos da infecção. 

    “Menos de 33% das pessoas desenvolvem o herpes, apresentando as lesões na boca. A maior parte da população desenvolve anticorpos e se torna imune ao vírus, não apresentando os sintomas”, explica a especialista. 

    Fatores que contribuem para o surgimento das feridas


    Dra. Janine esclarece que o surgimento das feridas causadas pela infecção viral pode se tornar recorrente devido à baixa imunidade e a alguns fatores externos. “
    Estresse emocional, exposição solar inadequada sem proteção, episódios febris causados por outras doenças e fatores que diminuem a imunidade do organismo podem desencadear as lesões”, informa a médica.

    Para se prevenir do herpes, algumas medidas simples com a higiene pessoal podem ajudar. A SBD recomenda não compartilhar objetos íntimos, como toalhas, evitar contato com a região da pele que apresenta o herpes em fase ativa e manter relações sexuais apenas com preservativos. 

    Alimentos ricos em lisina ajudam no desconforto causado pelas lesões


    As feridas causadas pelo herpes podem ser muito desconfortáveis, causando coceira, ardor e sensação de agulhas na região afetada.
    Alimentos ricos no aminoácido lisina auxiliam na produção de anticorpos, o que colabora para uma recuperação mais rápida e ainda aumenta o tempo entre as crises. Abacate, soja, ervilha, ovos e leite são alguns exemplos de alimentos ricos nesse nutriente. Vale lembrar que é fundamental procurar um médico antes de começar qualquer tipo de tratamento.


    Dados da
    Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD): https://www.sbd.org.br/dermatologia/pele/doencas-e-problemas/herpes/68/

    Tags
    herpes
    herpes genital
    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes