search
    Título

    É possível eliminar completamente o colesterol da alimentação?

    Coração

    Por

    O colesterol é um tipo de gordura que atua em diversas funções do corpo humano e é produzido, em sua maioria, pelo próprio organismo. O colesterol LDL, chamado de “ruim”, é o principal responsável por problemas de saúde cardiovascular, enquanto o HDL, conhecido como colesterol “bom”, ajuda a remover as placas de gordura das artérias, sendo um aliado para o bom funcionamento do organismo. No entanto, é possível eliminar totalmente essa substância da alimentação? Existem riscos?
    “É possível eliminar totalmente o colesterol da alimentação”, afirma a nutricionista Ranay Tavares. “Os alimentos de origem vegetal são isentos desta substância, então vegetarianos estritos e veganos não ingerem colesterol. Porém, eles precisam de uma alimentação muito mais regrada que os onívoros para serem saudáveis e não desenvolverem deficiências nutricionais”.

     

    Riscos do excesso de colesterol à saúde

     


    Além de privilegiar os vegetais, a dieta que visa evitar e eliminar o colesterol deve ser pobre em gorduras. Dessa forma, diminui-se o risco de acúmulo de gordura no sangue (melhorando a circulação) e da ocorrência de doenças cardiovasculares, como infarto e AVC. “Porém, as gorduras animais são importantes para diversos processos do nosso corpo”, aponta Ranay. Ou seja, ainda que seja possível eliminar totalmente o colesterol da dieta, isso não necessariamente é desejável, já que esse lipídio, especialmente o HDL, traz uma série de benefícios para a saúde cardiovascular.

    Segundo a nutricionista, os malefícios do acúmulo de colesterol estão relacionados tanto ao excesso do colesterol total, quanto do LDL, além dos triglicerídeos. “Estes elementos podem se depositar em todo o sistema cardiovascular, causando danos nas artérias e veias com formação de trombos que podem levar ao infarto e tromboses”, afirma. 

     

    Alimentação para evitar e controlar o colesterol

     


    Pessoas que têm colesterol alto devem tomar ainda mais cuidado com a alimentação, já que estão mais propensas à ocorrência de complicações.
    Alimentos como ovos, manteiga, doces em geral, frutos do mar, carnes gordurosas, óleo e bebidas alcoólicas são alguns dos exemplos a serem evitados. Já os exemplos recomendados podem ser, além dos vegetais, grãos, frutas, peixes, entre outros.
    Foto: Shutterstock

    Newsletter
    Compartilhamento

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes