search
    Título

    Deixar o feijão de molho pode ajudar a reduzir os gases formados durante a digestão do alimento?

    Saúde Gastrointestinal
    Sintomas

    Por Dr. Alexandre de Sousa Carlos

    5 de março de 2018

    O feijão é conhecido por produzir muitos gases, fenômeno causado pela dificuldade na digestão desse alimento. Assim como outros grãos, ele possui carboidratos que exigem a presença de enzimas específicas para que seja digerido. A falta das mesmas acaba resultando em flatulência quando o alimento é consumido.    
    Contudo, existem algumas formas de reduzir os gases formados durante a digestão do feijão e uma delas é deixar ele de molho. Com esta técnica, a etapa de cozimento é acelerada e alguns componentes do feijão considerados antinutricionais (oligossacarídeos não digeríveis, fitatos) são dissolvidos ou eliminados.

    Como deixar o feijão de molho ajuda na redução dos gases?

    A hidratação do feijão, além de facilitar o cozimento posterior em alta temperatura, auxilia na eliminação ou dissolução de componentes que dificultam a digestão e provocam a maior produção de gases.

    A mesma estratégia funciona com outros alimentos de característica semelhante à do feijão, como lentilhas, grão de bico, milho e quinoa. Em todos esses casos, o processo deve ser feito, em média, entre 8 e 12 horas. “Deixar o feijão de molho ajuda a reduzir a produção dos gases. Somente depois disso é que a água deve ser trocada e o alimento poderá ser preparado”, afirma o gastroenterologista Alexandre de Sousa Carlos.

    Outras técnicas que também ajudam a reduzir os gases formados pelo feijão


    Outros métodos para reduzir os gases do feijão:
    não comer a casca ou cozinhar o alimento por muito tempo. Servir somente o caldo do feijão é bom para evitar os gases, mas ainda mantendo seus principais nutrientes. Além disso, quando o feijão é bastante cozido, ele fica mais macio e o amido presente em sua composição se torna mais facilmente digerido. “A adição de limão ou vinagre na água de imersão também ajuda a formar menos gases”, completa Sousa.
    Foto: Shutterstock

    Newsletter
    Tags
    feijão
    gases
    Compartilhamento

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes