AchèAchè
    search
    Título

    De que forma o envelhecimento prejudica o colágeno presente nas articulações?

    Doenças dos Ossos
    Sintomas

    Por

    Estima-se que aproximadamente 33% de toda proteína do corpo humano seja colágeno. Trata-se de um agrupamento de aminoácidos fundamental para o bom funcionamento do corpo, agindo como uma proteção estrutural de tecidos menos resistentes e constituindo a maior parte do tecido conjuntivo. As cartilagens das articulações são compostas de colágeno e permitem que o corpo se movimente sem problemas, amortecendo impactos e protegendo os ossos de atritos. 

    Durante o processo de envelhecimento, o organismo começa a perder esse tecido, principalmente aos 50 anos, em função de mudanças hormonais. “Com o envelhecimento, há um enrijecimento progressivo na rede de colágeno, tornando a cartilagem mais rígida e menos flexível, comprometendo o processo de adaptação fisiológica que ocorre durante o movimento articular”, explica a reumatologista Surian Ribeiro.

    A perda de colágeno pode agravar quadros de osteoartrite

     

    A diminuição do colágeno pode representar grandes riscos a saúde, casos de osteoartrite podem ser intensificados com o desequilíbrio dessa proteína no corpo. A osteoartrite é uma doença reumática, caracterizada pela degeneração da cartilagem articular, que causa dores localizadas e profundas, sensação de enrijecimento das juntas e dificuldade de locomoção. Ela é muito comum em idosos e, segundo dados da Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR), cerca de 85% das pessoas com 75 anos apresentam evidência radiológica da doença.

    Alimentação rica em proteínas e em vitamina C pode ajudar


    Pacientes com osteoartrite podem tratar o avanço da doença a partir da
    suplementação de colágeno hidrolisado, que é absorvido facilmente pelo organismo. Uma alimentação balanceada e com um alto teor de proteínas também é importante para fornecer os aminoácidos necessários para a síntese de colágeno no corpo. Grãos como feijões, lentilha, soja, e sementes oleaginosas, como castanhas, nozes e amendoins, são alguns exemplos de alimentos proteicos que podem ser facilmente incorporados ao dia a dia.

    A vitamina C também é um nutriente indispensável para prevenir a osteoartrite. Ela atua na síntese de colágeno, garantindo também que as suas fibras tenham estabilidade e resistência. A vitamina pode ser encontrada em abundância nas frutas cítricas, como limão, laranja, acerola e morango.


    Dados da Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR):
    https://www.reumatologia.org.br/doencas-reumaticas/osteoartrite-artrose/

    Foto: Shutterstock

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes