AchèAchè
    search
    Título

    Confira algumas dicas para se prevenir de doenças respiratórias no inverno!

    Uncategorized

    Por

    O frio do inverno é um alívio para quem não gosta das altas temperaturas do verão, especialmente num país quente como o Brasil. No entanto, hospitais e prontos-socorros acabam registrando um aumento de casos de doenças respiratórias no inverno, envolvendo, principalmente, crianças e idosos. Saber como se prevenir e ajudar esses grupos mais suscetíveis é muito importante para evitar os sintomas incômodos causados por esses problemas. 

    Hidratação ajuda a prevenir doenças respiratórias no inverno


    “As principais doenças respiratórias no inverno são o resfriado,
    a gripe, a pneumonia e a asma. Os sintomas mais comuns são falta de ar, tosse com catarro e chiado no peito”, afirma o pneumologista e médico do sono José Roberto Megda Filho, que diz ainda que, em alguns pacientes, a gripe e o resfriado podem provocar febre e dor no corpo. 

    Para prevenir essas doenças respiratórias, o especialista recomenda tomar a vacina da gripe, que reduz ainda o risco de pneumonia. Outras recomendações são manter-se sempre hidratado, fazer bastante lavagem nasal com soro fisiológico, facilitando a remoção das secreções, não compartilhar copos e talheres com pessoas infectadas e evitar permanecer em locais fechados, sem ventilação e com muitas pessoas. 

    Sinusite e rinite também são motivo de preocupação


    O pneumologista destaca ainda outras duas doenças respiratórias frequentes durante o inverno. A
    rinite é caracterizada pela inflamação da mucosa nasal, causando coceira, coriza e nariz entupido, enquanto a sinusite é marcada pela inflamação das mucosas localizadas ao redor dos olhos, das bochechas e do nariz e tem como sintomas tosse, náuseas, pressão na face, dor de ouvido, de garganta e de cabeça. 

    Como prevenção, o médico indica fazer inalação com soro fisiológico: “Geralmente, no inverno, o clima fica mais seco, o que aumenta o risco de inflamação nas vias respiratórias, junto com o frio”. Vale mencionar também a importância de praticar exercícios físicos, de lavar sempre as mãos, manter uma alimentação saudável, evitar o contato com a fumaça do cigarro, deixar a casa livre de mofo, ácaros e poeira e fazer um teste para saber quais substâncias facilitam crises de rinite e sinusites. 

     

    Foto: Shutterstock

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes