AchèAchè
    search
    Título

    Câncer de próstata: existem sinais que levantam a suspeita da doença?

    Uncategorized

    Por

    O câncer de próstata é o segundo tipo de câncer mais comum entre os homens, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA). Como o próprio nome diz, a doença afeta a próstata, glândula localizada abaixo da bexiga, e provoca cerca de 65 mil novos casos por ano. O câncer de próstata tira a vida de mais de 15 mil homens anualmente e, por isso, é importante conhecer a doença e saber se existem sinais que devem levar o paciente ao consultório médico. Confira mais informações logo abaixo!

    Sangue na urina e no esperma podem ser sinais de câncer de próstata


    Não é frequente o aparecimento de sintomas no câncer de próstata, mas quando ocorrem são hemospermia (sangue no esperma), hematúria (sangue na urina) e dificuldade para urinar. Esses sinais e sintomas podem ocorrer em qualquer fase da doença, desde a inicial até a avançada. Sendo na fase avançada, pode estar associada a dores ósseas, em virtude de metástases”, afirma o urologista Celso Dantas.
    O médico informa ainda que esses sinais surgem também em outros problemas de saúde. “Os sinais ou sintomas não são exclusivos do câncer de próstata. Quando existem, se confundem com os da hiperplasia prostática benigna (HPB), tumor de bexiga, prostatite, ou com os inerentes às alterações nas vesículas seminais, que são glândulas localizadas abaixo da próstata e, juntas, produzem o líquido seminal”, explica o especialista. 

    Câncer de próstata é mais frequente em homens negros


    Por causa dessas características, é importante ficar atento aos fatores de risco da doença e
    procurar um médico na idade certa, como esclarece Dr. Dantas: “Segundo a Sociedade Brasileira de Urologia, o homem com idade acima de 50 anos e aqueles com histórico familiar de câncer de próstata, cujos parentes envolvidos sejam de primeiro grau, e os homens negros, devem iniciar a prevenção com 45 anos, pois a doença ocorre três vezes mais nesses grupos”.
    Após o diagnóstico, é hora de iniciar o tratamento. De acordo com o profissional, nos estágios iniciais, o “padrão ouro” é a cirurgia, que pode ser aberta, laparoscópica ou por via laparoscópica robótica. A radioterapia está em segundo plano, quando o paciente não deseja operar ou está sem condições cirúrgicas. Nos estágios mais avançados, é indicado o uso de bloqueador do hormônio masculino.


    Dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA): https://www.inca.gov.br/tipos-de-cancer/cancer-de-prostata 

    Newsletter
    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes