search
    Título

    O câncer de próstata apresenta sintomas?

    Cuidados e Bem-estar
    Segurança para o Paciente

    Por

    Em seus estágios iniciais, o câncer de próstata é silencioso, ou seja, transcorre sem a manifestação de sintomas. Os incômodos começam a aparecer em fases mais avançadas da doença. De acordo com o urologista André Ramos Sorgi, pode ocorrer dificuldade para urinar, sangramento na urina e dores pelo corpo, principalmente nas costas.

     

    Diagnóstico precisa ser feito antes dos sintomas aparecerem

     


    Além desses sintomas, a doença também pode causar vontade excessiva de urinar, especialmente à noite, disfunção erétil, fraqueza ou dormência nas pernas ou pés, incontinência urinária e fluxo urinário fraco ou interrompido. É possível que esses sinais sejam provocados por outras condições clínicas, sem ser o câncer de próstata, então você deve informar tudo ao seu médico para ter um diagnóstico sempre preciso.

    É fundamental visitar o urologista na frequência recomendada para que seja realizado o diagnóstico precoce. Como os sintomas aparecem em um estágio já avançado da doença, esperar as manifestações para iniciar o tratamento tende a ser perigoso. “O ideal é sempre fazer o diagnóstico precoce, quando o paciente ainda não apresentou sintomas. Por isso a importância do exame de rotina mesmo na ausência de sintomas”, recomenda Sorgi.

     

    Exames e tratamento do câncer de próstata

     


    O câncer de próstata ocorre, em geral, após os 50 anos de idade, mas a partir dos 45 já é indicado que homens passem a se consultar anualmente com um urologista. Nesta consulta, são feitos exames de rotina que visam identificar qualquer tipo de alteração prostática.
    O exame de toque retal é a melhor forma de avaliar a saúde do homem em relação a essa forma de câncer. Em estágios iniciais, é possível alcançar a cura total da doença.

    O tratamento dos sintomas é feito de acordo com o estágio do quadro e estado de saúde do paciente. Normalmente, recomenda-se a cirurgia de retirada da próstata. Caso a cirurgia não seja possível por alguma razão, a radioterapia é uma opção de tratamento. Em casos mais graves, muitas vezes é necessário retirar, além da próstata, os testículos.

    Foto: Shutterstock

    Newsletter
    Compartilhamento

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes