Nutriente solar: Entenda o processo natural da síntese de vitamina D


  • +A
  • -A

A síntese de vitamina D ocorre por meio da ação dos raios ultravioletas na pele e, por isso, a exposição ao sol de forma controlada é fundamental para a saúde. O processo se inicia bem rápido, poucas horas após a radiação atingir as células da pele. “Os raios ultravioleta B entram pela pele, vão para os rins e fígado, onde ocorre a transformação em vitamina D e a sua absorção”, explica a nutricionista Adriana Ávila.

 

Detalhes da síntese de vitamina D e dicas para a exposição ao sol

 


Quando os raios solares atingem a pele, uma parte específica da luz transforma uma pró-vitamina (7-dehidrocolesterol) na pré-vitamina D3 e, posteriormente, na vitamina D3. Depois, a vitamina sintetizada parte para o fígado, onde é convertida em um outro elemento, o calcidiol. Esta substância funciona como indicador dos níveis de vitamina D no organismo. Por fim, chega-se ao rim, onde a forma ativa da vitamina D (calcitriol) é obtida.

De acordo com a especialista, a frequência e forma ideais de exposição ao sol para a síntese adequada de vitamina D é de 15 a 20 minutos, no mínimo 3 vezes por semana, antes das 10 horas da manhã, sem protetor solar, expondo braços e pernas. “Pessoas de pele muito clara, com mais risco de desenvolvimento de câncer de pele ou que já tiveram esse tipo de câncer, precisam ter a orientação médica sobre a exposição ao sol”, reforça Adriana.

 

Benefícios da vitamina D e suas principais fontes alimentares

 


A vitamina D é essencial para a boa realização de diversas funções do organismo e, por isso, as recomendações de exposição ao sol devem ser levadas com bastante seriedade. Uma das principais funções da vitamina D é auxiliar no processo de calcificação dos ossos, fundamental para a manutenção e fortalecimento do esqueleto.

A vitamina D pode ser encontrada na alimentação, especialmente em peixes e outros frutos do mar, ovos, queijo, leite, fígado e cogumelos. É importante saber, no entanto, que mesmo assim, a exposição solar é fundamental para que a vitamina seja sintetizada no organismo. No entanto, quem passa muito tempo em ambientes sem iluminação natural ou mora em lugares com longos períodos sem dias ensolarados, pode suplementar a vitamina D, a fim de manter a saúde dos ossos e impedir os efeitos nocivos da carência desse nutriente no organismo.

 

Dra. Adriana Ávila é formada pelo Centro Universitário São Camilo e atua em São Paulo. CRN-SP: 3-2816.

Foto: Shutterstock

TAGS
suplementos
vitamina-d

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

1 comentário para "Nutriente solar: Entenda o processo natural da síntese de vitamina D"

Ana Lázara Ferreira Soares

Tenho 65 anos já fui exposta ao sol por tempos muito longo? Desde a infância, hoje quase não tomo banho de sol por indisposição, faz diferença na saúde?

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.