O tabagismo é ainda mais perigoso para asmáticos?


  • +A
  • -A
Imagem do post O tabagismo é ainda mais perigoso para asmáticos?

O hábito de fumar traz prejuízos à saúde em circunstâncias normais e, no caso de indivíduos asmáticos, se torna ainda mais perigoso, devido ao comprometimento dos pulmões. Logo, quem tem a doença e fuma encontra maiores dificuldades para controlar os sintomas. Vale destacar que o mero ato de ficar no mesmo ambiente de fumantes também apresenta riscos, então os asmáticos precisam ter atenção redobrada.

“O tabagismo entre asmáticos está associado à piora dos sintomas e à perda acelerada da função pulmonar. Os pacientes que têm asma e fumam apresentam maior dificuldade em relação ao controle da asma, exacerbações mais frequentes, piora da qualidade de vida, maior quantidade de crises graves, além de mortalidade maior quando comparados aos asmáticos não tabagistas”, informa a pneumologista Renata Viana.

 

Atuação dos componentes do cigarro no organismo dos asmáticos

 


A médica explica que, em geral, após a inalação da fumaça do cigarro e a chegada até a via aérea inferior, ocorre a liberação de inúmeros mediadores responsáveis por gerar uma reação inflamatória. “Os microcílios responsáveis pela remoção de partículas nocivas param de funcionar, o que acarreta em maior retenção dessas substâncias”, afirma.

Nos pacientes asmáticos, que já apresentam inflamação nas vias aéreas, a fumaça do tabaco funciona como um amplificador da inflamação, com consequente piora no estreitamento do calibre das vias aéreas e maior estímulo à produção de muco. “Vale ainda ressaltar que o tabagismo reduz as taxas de resposta do tratamento com corticoides inalatórios nos pacientes asmáticos”, completa Renata.

 

Outros hábitos perigosos para quem tem asma

 


Além do cigarro e outras formas de tabagismo (narguilé, cachimbo e cigarro de palha), há diversos outros hábitos que podem ser perigosos para os asmáticos. Alguns exemplos são: usar vassoura para a limpeza do chão, já que esse método deixa a poeira em suspensão no ambiente; manter a casa fechada, pois não ocorre a renovação do ar, com maior acúmulo de ácaros e outros alérgenos; e
tratar apenas as crises de asma, não fazendo o tratamento preventivo adequado. “Tudo isso deve ser evitado para um melhor controle da doença”, conclui a médica.

 

Dra. Renata Cristina Teixeira Pinto Viana é pneumologista formada em medicina pela UNIFESO-RJ e com residência médica em pneumologia pela Universidade Federal de Santa Catarina. CRM-SC: 14379

 

Foto: Shutterstock

TAGS
asma
cigarro
respiracao
tosse

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

5 comentários para "O tabagismo é ainda mais perigoso para asmáticos?"

Ailton Rodrigues Silva

Importantíssimo esse tema, principalmente para aqueles que sofrem com a ASMA como eu. Sempre estou lendo assunto que me interessam e ajudem a melhorar a minha qualidade de vida.Parabéns!

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Ailton, ficamos felizes que tenha gostado. Continue por aqui para ter acesso a essas e outras informações. Abraços.

Hilton de Araujo Ramalho

Fui diagnosticado recentemente com ASMA, já tomei vários tipos de medicamentos passados pelo meu pneumologista e ainda continuo com muita tosse e falta de ar. Existem algum remédio natural ou até mesmo chás para pelo menos aliviar esses sintomas? Agradeço desde já. Abraços.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Hilton, somente o médico é o profissional habilitado para avaliar sua queixa e prescrever o produto adequado. Orientamos a buscar uma unidade de saúde próximo de sua residência. Abraços.

Roberto Santana

É de extrema relevância falar sobre o tratamento preventivo. É cada dia mais difícil ter acesso a médico, bons nem se fala.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.