Entendendo a asma: Fora das crises, o paciente sente alguma dificuldade na respiração?


  • +A
  • -A
Imagem do post Entendendo a asma: Fora das crises, o paciente sente alguma dificuldade na respiração?

A asma é uma doença que inflama as vias respiratórias e pode provocar dores, tosse e falta de ar. Segundo o pneumologista José Eduardo Martinelli, a asma é considerada um problema reversível e, fora das crises, os pacientes realizam normalmente as atividades do dia a dia, desde que realizem o tratamento adequado. “Eles não apresentam qualquer sintoma e o exame dos pulmões se mostra normal. Não dá para perceber que o paciente é asmático”, afirma o especialista.

 

Paciente asmático deve evitar poeira, mofo e fumaça do cigarro

 


Entretanto, o paciente com asma deve sempre estar atento em relação a sua sensibilidade a alérgenos, ou seja, aquelas substâncias capazes de desencadear uma crise de asma. Poeira, mofo, ácaros, fumaça do cigarro e de carros, odores fortes e até corantes em alimentos podem provocar uma crise da doença e devem ser evitados.

Para o médico, a prática de atividades físicas, tanto individuais quanto em grupos, pode beneficiar pacientes asmáticos e evitar o reaparecimento dos sintomas da doença, desde que não sejam muito intensas. “Muitas vezes, ao iniciar um exercício, há um broncoespasmo que cede à medida em que o paciente continua a praticá-lo. Entre os esportes mais recomendados, a natação é o primeiro”, aconselha Martinelli.

 

Técnicas de respiração podem ajudar a prevenir a falta de ar

 


Como forma de prevenção, existem técnicas que ajudam o paciente a respirar sem dificuldade. O yoga, por exemplo, é muito indicado porque ensina a controlar a respiração e também auxilia os praticantes a manterem a calma durante uma crise e, assim, a saírem dela com mais facilidade.

Para casos mais graves, em que a asma se apresenta de forma contínua, a fisioterapia respiratória pode ajudar, por meio de técnicas capazes de melhorar a performance respiratória. Em muitos casos, a medicação pode impedir o desenvolvimento da crise, se for usada assim que os primeiros sinais surgirem. Já os medicamentos preventivos atuam no controle de longo prazo, combatendo a inflamação das vias aéreas.

 

 

Dr. José Eduardo Martinelli é pneumologista e geriatra, sócio fundador e responsável técnico pelo Instituto Martinelli de Geriatria e Gerontologia em Jundiaí (SP). CRM-SP: 27875 – Site

 

Foto: Shutterstock

TAGS
alergias-respiratorias
asma
cigarro
respiracao

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

33 comentários para "Entendendo a asma: Fora das crises, o paciente sente alguma dificuldade na respiração?"

Laverde c Araujo

E quando tem asma bronquite e efizema pulmonar qual o comportamento?

Paulo de Oliveira Reis

Muito interessante a matéria abordada. Já tive algumas ocorrências de falta de ar, mas após exames clínicos não foram constatadas problemas nos pulmões nem cardiovasculares. Acredito, com base na matéria publicada, que o contato com alguma substância tenha desencadeada a crise asmática.

celso luiz h. guimarães

ALÉM DA ASMA, SOU PORTADOR DE ENFISEMA. USO FORASEQ E SPIRIVA, MAS MEU CANSAÇO E DIFICULDADE DE RESPIRAR É CONSTANTE. TENHO 75 ANOS, SOU DIABÉTICO E PORTADOR DE PRESSÃO ALTA; PORÉ SOB CONTROLE COM MEDICAÇÃO.

Silvia Regina

Sim eu normalmente, mesmo fora da crise, tenho dificuldade em respirar e muita ansiedade também.

Janaina Procópio Duarte Castro

Bom dia, eu tenho a síndrome de kartagener, qual o melhor exercício físico para se fazer é o melhor tratamento,sofro muito com os sintomas.

Lis Bousquet

Tenho 77 anos e tenho enfisema pulmonar descoberto há uns 30 anos. Faço uso de Alenia e Spiriva. Meu problema maior é o cansaço e eterna ansiedade. Teria algo há ver essa ansiedade ??? Agradeço seu comentário. Lis

Ana paula

Sou asmático

Jessica ferreira

Tenho asma, só melhoro com a Alenia. Toda vez que o tempo muda, quando fica a temperatura cai. Ela ataca fico super mal!

Rosemary Oliveira

Não consigo ficar um único dia sem usar o broncodilatador, há uns anos fiz um exame de função pulmonar que deu uma asma severa, mas não fiz nenhum tratamento específico. Será que tem como amenizar minhas crises diárias?

Clovis Viana

sofro com asma porém controlo muito bem com o uso do Aleina (quando fico 1 ou 2 dias sem usar o Aleina o sintoma aparece). Gostaria de saber se o uso continua do Aleina pode trazer algum problema com a saúde.

Douglas Barabam

Depois do Alenia não tive mais problemas. Há anos tomo ele e hj, graças a Deus, tenho uma ou outra crise. Muito raro mesmo.

Douglas Barabam

Alenia deve ser ingerido todo dia. Mesmo as crises melhorando. Leva 5 dias a fazer efeito. Mas pro resto da vida não terá mais problemas de asma.

Sebastião Cunha

Sou do grupo que sofre de falta de ar, dificuldade de respirar e cansaço, mas não apresento problemas nos exames do pulmão, coração e nem na espirometria. Dizem que ´pode ser asma. Tenho somente alguns traços de atelectazia, que para os médicos não é a responsável pelo meu problema. Não sei mais o que fazer, mas vou levando a vida.Tenho 56 anos e não sou fumante.Gostei muito da matéria, acho que vai me ajudar a entender o meu problema.

Silvio Tiago

Tenho Asma e melhorei com tratamento com o Alenea e Nasonex.

Cuidados Pela Vida

Oi Laverde, a bronquite crônica é uma doença que atinge o sistema respiratório e, junto com o enfisema, compõe a DPOC, doença pulmonar obstrutiva crônica. Ela se manifesta por meio da inflamação dos brônquios, canais responsáveis pelo transporte de oxigênio, e acaba dificultando a respiração. O enfisema pulmonar é uma doença respiratória crônica que afeta diretamente os alvéolos, pequenas estruturas presentes nos nossos pulmões que são responsáveis pela troca gasosa entre o ar e o sangue. Uma vez doente, os alvéolos ficam irritados e comprometem a capacidade respiratória. Muitos medicamentos aliviam a sensação de falta de ar, e associados a um programa de reabilitação, permite ao portador de enfisema a retomar suas atividades normais desde que siga corretamente o tratamento prescrito pelo médico. Abraços.

Meu nome é Fátima

Sofro de asma alérgica e faço uso de Alênia. Depois que comecei o tratamento com esse medicamento, melhorei bastante e nunca mais tive crises.

Adriana Souza

Boa tarde vcs tem ou vende cartilha falando mais sobre a asma .

Cuidados Pela Vida

Olá Janaina, somente o médico é o profissional habilitado para prescrever o tratamento adequado para o seu caso. Orientamos a buscar uma unidade de saúde próximo de sua residência. Melhoras.

Cuidados Pela Vida

Oi Lis, os pacientes cadastrados no medicamento Alenia possuem um benefício a mais, um acompanhamento de enfermeiros 24h via telefone para esclarecimento de dúvidas sobre saúde, doenças e tratamento.
Você pode contatá-los através do número 0300 118 1006 para verificar informações a respeito do tratamento com os medicamento cadastrado. Abraços.

José Santos

Eu considero um site muito utilitário e muito bom mesmo, mas para fazer um cadastro já pede logo e cara o CPF e data de nascimento? eu li os assuntos que estão expostos, eu fiquei surpreso e considero um Site de utilidade pública sensacional, mas é que hoje em dia a gente já começar expondo CPF e D/N eu acho um pouco corajoso demais, eu não tenho essa coragem, mas confesso que fiquei mexido. Para quem se cadastrou, eu desejo muito boa sorte.

Ruth Leao 5

Sinto muita falta de ar, uso o remédio Alenia todos os dias. Gostaria de saber se o uso constante pode ser prejudicial à saúde?

Cuidados Pela Vida

Oi Rosemay, como afirma a especialista Dra. Érica Azevedo: “O paciente com asma deve ser acompanhado por um especialista, a asma é uma doença crônica e pode ser fatal. Se estiver sem acompanhamento, ou seja, sem a bombinha, ou até mesmo sofrendo a primeira crise, é importante que seja avaliado por um médico, na emergência ou pronto-socorro”. Melhoras.

Cuidados Pela Vida

Oi Clovis, os pacientes cadastrados no medicamento Alenia possuem um benefício a mais, um acompanhamento de enfermeiros 24h via telefone para esclarecimento de dúvidas sobre saúde, doenças e tratamento. Você pode contatá-los através do número 0300 118 1006 para verificar informações e tirar dúvidas a respeito do tratamento com o medicamento cadastrado. Abraços.

Cuidados Pela Vida

Olá Douglas, obrigada por compartilhar sua história conosco! Parabéns pela recuperação. Abraços.

Cuidados Pela Vida

Oi Sebastião, ficamos felizes que você tenha apreciado a matéria. Boa sorte no seu tratamento.

Cuidados Pela Vida

Oi Fátima, obrigada por compartilhar sua história conosco! Parabéns pela recuperação. Abraços.

Cuidados Pela Vida

Oi Adriana, todo o conteúdo disponível a respeito do assunto você encontra aqui em nosso site. Segue um link com algumas matérias disponíveis: http://cuidadospelavida.com.br/busca/asma

Cuidados Pela Vida

Oi José, ficamos felizes que você tenha apreciado nosso site. Para realizar o cadastro em nossos produtos participantes é necessário o CPF, mas fique tranquilo, pois as informações fornecidas pelo participante ao Programa Cuidados pela Vida serão mantidas em ambiente seguro e utilizadas exclusivamente em atos relacionados a este Programa. Confira aqui todos os termos de uso do Programa: http://cuidadospelavida.com.br/o-programa

David Quirino dos Santos

Em primeiro lugar, estou enviando meu endereço de gmail por ser o que mais tenho usado ultimamente, mas, continuo, também, com o davidquirino@oi.com.br. …Quanto ao comentário: Sou nascido e criado até aos 7 anos de idade em Aracajú – Se, onde tive uma crise horrível de asma, tratada pelo farmacêutico local… Naquele tempo, as farmácias ( mesmo as de um lugar pequeno e remoto, como era aracajú ) tinham farmacêuticos… com umas injeções anti-asmáticas… eu teria aí meus cinco anos de idade. Logo ao completar os sete anos, minha família mudou-se para o Rio de Janeiro, onde o clima é completamente diferente do clima estável de minha cidade natal e durante dez anos aqui vivi com meus problemas ( inclusive uma rinite alérgica e uma amigdalite sempre reincidente, que foram desaparecendo com a idade ), mas, Asma! Nem me lembrava mais disso. …Até que aos desessete anos retornei à área em que nasci… Fui para Maceió, vizinho de Aracajú… e, com apenas cinco meses de estadia, lá, tive uma crise tão horrível de Asma, que isto valeu-me um desligamento de uma escola de aprendizes marinheiros, que lá havia, na época, por incapacidade física. …Voltando ao Rio de Janeiro, nunca mais tive problema com falta de ar. Alistei-me para o Exército e fui paraquedista. Era adolescente e adquiri o hábito de fumar e beber. De beber eu logo parei, mas, fumei até a pouquíssimo tempo atrás. Fiz um enfarte e fui submetido a uma cirurgia para colocação de pontes de safena e mamária e, pouco tempo depois tive problemas vasculares e minhas crises de hipoglicemia passaream a ser de hiper. Fiz um desbridamento nas feridas que formaram-se em minha perna e até hoje ainda sou acompanhado por um cirurgião vascular. O maior problema é que há cerca de um mês tive uma gripe que passou, deixando uma catarreira que passou também, mas, ficou um cansaço que às vezes nem deitado eu consigo ficar confortávelmente, tendo que fazer nebilizações com brometo de ipratrópio e bromidrato de fenoterol, além de usar o Alenia 400mcg. O problema é que eu creio que isto tem algo a ver com o coração, pois os pulmões parecem-me funcionarem bem. Deverei procurar, quando puder locomover-me, se não morrer antes, um cardiologista e um endocrinologista, mas, há ainda a questão que isto é pelo SUS. …Então fica difícil, nè?

Cuidados Pela Vida

Oi Ruth, os pacientes cadastrados no medicamento Alenia possuem um benefício a mais, um acompanhamento de enfermeiros 24h via telefone para esclarecimento de dúvidas sobre saúde, doenças e tratamento. Você pode contatá-los através do número 0300 118 1006 para verificar informações e tirar dúvidas a respeito do tratamento com o medicamento cadastrado. Abraços.

Cuidados Pela Vida

Oi David, os pacientes cadastrados no medicamento Alenia possuem um benefício a mais, um acompanhamento de enfermeiros 24h via telefone para esclarecimento de dúvidas sobre saúde, doenças e tratamento. Você pode contatá-los através do número 0300 118 1006 para verificar informações e tirar dúvidas a respeito do tratamento com o medicamento Alenia. Abraços.

Zilá

Um dia fui surpreendida pelo diagnóstico: ASMA. Tenho 61 anos e isso aconteceu há mais ou menos 13 anos. Uma tosse incontrolável. Passei por vários exames. Fui diagnosticada com ASMA DE DIFICIL CONTROLE, isso até descobrir pólipos nasais, MUITOS! A tosse melhorou muito com tratamento de uma hérnia de hiato, consequentemente refluxo; mas a falta de ar quase q sumiu depois da cirurgia para retirada dos pólipos nasais, sinusite crônica e desvio de septo. Hj continuo usando alenia e budesonida spray. Minha vida melhorou 70%. Tb acho importante cuidar do emocional. Não uso perfumes e não uso, para limpeza, produtos de cheiro forte, cloro nem pensar. Com todo esse cuidado tenho conseguido melhor qualidade de vida. Tenham cuidado com o que causa alergia, creio q poderá melhorar as crises. Boa sorte a todos!

Cuidados Pela Vida

Oi Zilá, obrigada por compartilhar sua história e suas dicas conosco e com os leitores de nosso site. Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.