Um paciente com Alzheimer avançado ainda tem momentos de lucidez?


  • +A
  • -A

Como o mal de Alzheimer é uma doença progressiva, quanto mais tempo passa, mais os pacientes precisarão da ajuda de familiares e dos cuidadores. Nos estágios mais avançados do problema, o idoso apresenta um comprometimento cognitivo grave e, consequentemente, perde funcionalidade, precisando de supervisão constante nas atividades do dia a dia.

Momentos de lucidez no Alzheimer devem ser aproveitados pela família


Além disso, o estado de lucidez do paciente se torna cada vez mais incomum, dando lugar ao pensamento confuso e desorganizado. “Nesta fase, momentos de lucidez são possíveis. Porém, é necessário enfatizar que essa não é uma característica que possa ser prevista ou generalizada para todos os pacientes”, afirma o geriatra Ricardo Komatsu.

De acordo com o especialista, os eventuais momentos de lucidez do paciente com Alzheimer avançado devem ser desfrutados ao máximo. É importante que os entes queridos interajam com o idoso e até mesmo iniciem atividades que ainda despertam seu interesse, como assistir à televisão ou jogar xadrez e jogo da velha.

Cuidador deve evitar estressar e confundir o paciente com Alzheimer avançado


Quando o paciente não está o lúcido, o mais importante é
não aumentar ainda mais seus níveis de confusão e estresse. “Por exemplo, discordar veementemente do paciente apenas irá irritá-lo. Se ele afirma que está esperando a mãe, falecida há muitos anos, em vez de insistir em afirmar que ela morreu e perturbá-lo com uma informação que certamente não será retida, o ideal é apenas distraí-lo, oferecendo um chá ou propondo uma atividade que ele aprecie”, recomenda o profissional.

Esse tipo de estratégia ajuda a prevenir conflitos e a evitar que o paciente fique mais confuso. Confrontá-lo provocará desgaste pessoal tanto para o paciente quanto para o cuidador, que precisa estar com a saúde física e mental em dia para conseguir ajudar o idoso com Alzheimer em seus últimos meses ou anos de vida.

Dr. Ricardo Komatsu é geriatra, médico clínico e chefe da Disciplina de Geriatria e Gerontologia da Faculdade de Medicina de Marília (SP).  CRM-SP: 56604

Foto: Shutterstock

TAGS
alzheimer
psicologico

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Um paciente com Alzheimer avançado ainda tem momentos de lucidez?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.