search
    Título

    Como são os cursos para cuidadores de pacientes com Alzheimer?

    Alzheimer

    Por

    O mal de Alzheimer é uma doença que retira progressivamente a autonomia do idoso, comprometendo, inicialmente, sua memória e, eventualmente, as demais funções cognitivas, com impactos em sua capacidade de se vestir, se alimentar e fazer outras atividades do dia a dia. Por isso, o paciente precisa receber ajuda dos cuidadores, geralmente familiares próximos, que podem participar de cursos para aprender mais sobre a doença e sobre como atender às necessidades do paciente.

     

    Cursos ajudam cuidadores a entender o mal de Alzheimer

     

    De acordo com o geriatra e nutrólogo Leandro Minozzo, há diversos modelos de cursos para a área, envolvendo palestras e aulas com duração, linguagem e aprofundamento que variam bastante conforme o público. “O importante é que abordem temas como o diagnóstico, as estratégias de cuidado e como lidar com alterações psicológicas e comportamentais dos pacientes”, diz o médico.
    Os cursos para cuidadores de pessoas com Alzheimer também devem ajudar a organizar a rotina do paciente, levando em consideração os compromissos de toda a família e inserindo atividades que podem ser realizadas para estimular as funções cognitivas do idoso. O funcionamento do tratamento e a importância do uso correto das medicações também devem integrar o conteúdo dos cursos.

     

    Rotina de paciente com Alzheimer melhora depois de curso para cuidador

     

    Antes dos cursos, muitos familiares não entendem a doença, o que pode comprometer o sucesso do tratamento. “O cuidador ideal é aquele que ampara e ao mesmo tempo leva vida e esperança ao idoso. Ele precisa de paciência, conhecimento, vontade de aprender e uma boa capacidade de comunicação. O cuidador se torna a principal referência de humanidade aos idosos adoecidos pelo Alzheimer”, explica Minozzo.
    Os cuidadores, frequentemente, podem se sentir sobrecarregados, o que facilita problemas mentais e físicos. No entanto, segundo o médico, a troca de conhecimento promovida pelos cursos faz bem até para a saúde dos próprios cuidadores. “Pesquisas comprovam que participar desses cursos traz benefícios para o cuidador, pois ele adoece menos, desenvolvendo menos estresse e depressão ao longo do tempo”, afirma o especialista.
    Foto: Shutterstock

    Newsletter
    Compartilhamento

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes