O uso de produtos químicos no cabelo pode acelerar a calvície?


  • +A
  • -A

A calvície é uma condição marcada pela queda excessiva do cabelo. Apesar de ser bastante comum entre os homens, ainda é um problema pouco tratado e pouco conhecido a fundo pela população, o que acaba contribuindo para a propagação de informações falsas ou não confirmadas pela Medicina, como a que liga o uso de produtos químicos à calvície.

Segundo a dermatologista Marcela Benez, não há estudos comprovando que o uso de certos produtos químicos no cabelo é capaz de provocar ou de acelerar a calvície. Vale lembrar que um dos principais tipos de calvície é a alopecia androgenética, causada por mudanças hormonais e determinada pela herança genética.

 

Produtos químicos ressecam o cabelo

 

No entanto, isso não significa que a ação desses produtos não gera nenhum impacto nos cabelos. “Produtos químicos, principalmente os alisantes, podem ressecar os fios e fazer com que eles se quebrem, dando a impressão de que o fio está caindo”, explica a médica.

Manter o cabelo hidratado e bem cuidado, especialmente com o uso dos produtos certos, é uma das melhores formas de reduzir os danos causados aos fios. Mesmo quem insistir em fazer escovas progressivas, utilizar outras substâncias químicas e secadores de cabelo estará mais protegido, já que a hidratação torna os fios mais resistentes a traumas externos.

 

Falta de nutrientes na alimentação favorece um dos tipos de calvície

 

Além da alopecia androgenética, Dra. Marcela cita também outro tipo de calvície, o eflúvio telógeno, que tem causas mais variadas. A condição pode ser influenciada por uma má alimentação, com poucas vitaminas e minerais, excesso de exposição ao sol, doenças hormonais, anemias e a realização de cirurgias.

 

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Marcela Benez

Dra. Marcela Benez

Dermatologia

CRM: 52802263 / RJ

TAGS
cabelos
pele

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "O uso de produtos químicos no cabelo pode acelerar a calvície?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.