search
    Título

    Existem tipos diferentes de calvície? Quais são?

    Uncategorized

    Por

    A calvície mais conhecida é a alopecia androgenética, que é aquela típica dos homens, que piora com o passar dos anos e começa com “entradas” até que sobre cabelo apenas nos lados e na parte de trás da cabeça. Contudo, existem outros tipos de calvície, bem como graus diferentes em cada um dos tipos.

    Alopecia areata é um tipo de calvície comum em crianças e pacientes com problemas imunológicos

    A alopecia areata é um exemplo. Esta é mais comum em pessoas com problemas imunológicos e crianças. Diferente do que ocorre na calvície mais comum, na alopecia areata os folículos pilosos não são destruídos, então existe a possibilidade do cabelo voltar a nascer, caso a inflamação seja controlada. Contudo, sempre há o risco das crises voltarem a ocorrer.  Há também o chamado eflúvio telógeno, que é a queda de cabelo causada por problemas endócrinos, nutricionais e pelo efeito de alguns medicamentos. 

    “Existem diversos tipos de calvície. A primeira classificação diferencia entre cicatricial (quando não há possibilidade do fio que foi perdido voltar a nascer) e não cicatricial (quando conseguimos reverter com o tratamento). Depois, avalia-se o mecanismo patológico que desencadeou a queda”, informa a dermatologista Gabriela Itimura.

    Diagnóstico e tratamento da calvície

    Para estabelecer o tratamento adequado da calvície, deve-se levar em conta o tipo e o grau de acometimento. Por isso, o diagnóstico correto é fundamental. No tratamento, o uso de medicamento específico é primordial para que haja sucesso. “Para o diagnóstico e tratamento corretos, o dermatologista conta com o exame conhecido como tricoscopia e, às vezes, até com biópsia”, completa a dermatologista.

     

    Foto: Shutterstock

    Newsletter
    Compartilhamento

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes