Qual a relação da insônia com a depressão?


  • +A
  • -A

Insônia e depressão estão diretamente ligadas, pois uma pode provocar a outra: a insônia facilita o desenvolvimento de um quadro depressivo, assim como uma pessoa diagnosticada com depressão muitas vezes apresenta dificuldade para dormir, em função do transtorno mental que a atormenta.

 

Insônia e depressão

 

“Existe uma clara relação da insônia com a depressão. A cada 10 pacientes deprimidos, oito apresentam alteração no padrão de sono. A dificuldade para dormir pode manifestar-se antes, durante ou depois da depressão, sendo sempre importante o diagnóstico e tratamento logo no começo. Pessoas com problemas de sono também têm maior chance de apresentar sintomas depressivos do que aquelas sem insônia”, informa o médico do sono Franco Martins.

Uma das explicações para a falta de sono prejudicar a saúde mental é que, ao dormir pouco, o indivíduo não consegue organizar em seu cérebro as memórias adquiridas recentemente das antigas, o que poderia resultar em um ciclo repetitivo de pensamento negativos. No caso da depressão que resulta em insônia as disfunções cerebrais, o estresse e a ansiedade típicos do quadro atrapalham o sono.  

 

Tratamento da insônia com depressão associada

 

Pensar no tratamento para a dificuldade em dormir quando há depressão associada é mais complicado, visto que são dois quadros complexos e ambos precisam ser controlados para que o paciente melhore nas duas “frentes”. “Primeiramente, se controla a depressão e depois aborda-se a insônia residual. Esse processo geralmente leva um mês ou um pouco mais”, afirma Martins.

O uso de medicamentos é importante para os dois tratamentos, mas outras medidas também podem ajudar. O acompanhamento psicológico também é essencial para auxiliar o tratamento das duas patologias. “Porém, é comum haver resistência do paciente. Algumas pessoas acham mais fácil creditar tudo às pílulas quando existem conflitos internos a serem trabalhados e maus hábitos de sono”, conclui o especialista.

 

 

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. Franco Martins

Dr. Franco Martins

Medicina do Sono

CRM: 138476 / SP

TAGS
depressao
insonia
psicologico

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

10 comentários para "Qual a relação da insônia com a depressão?"

Eliezer

Ha uma relaçao muito proxima. Tenho depressao e insonia, ou vice versa, nao sei.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Eliezer, o mais importante é buscar orientação médica. Como dito na matéria, primeiramente, se controla a depressão e depois a insônia. Uma consulta com um especialista pode lhe ajudar com um tratamento adequado para seu caso. Abraços!

Eliezer

Grato pela orientação. Ja estou em acompanhamento psiquiatrico.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, ficamos felizes por ajudar. Temos mais uma matéria com informações muito importantes, confira no link abaixo. Abraços.

https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/depressao/tipo-de-depressao

Dayane

Olá. Muito interessante o artigo. A insônia pode estar relacionada com o quadro de transtorno bipolar? A alteração do humor pode provocar insônia também?

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Dayane, de acordo com o Dr. Shigueo Yonekura a insônia é classificada em tipos, pois ela pode se manifestar de maneiras distintas. As diferenças estão, principalmente, na duração e nos fatores que ajudam a desencadear o quadro. Fala-se, portanto, nas insônias ocasional, transitória e crônica. Para identificar se existe relação entre a insonia e outros quadros patológicos é muito importante buscar uma consulta presencial com seu médico. Até a próxima.

Ana lucia

Eu faço tratamento mas ate agora o medico nao acertou no remedio muda muda de remedio e nada durmo muito pouco e picado sou muito ansiosa extressada nervosa estou decepsionada com os medicos eles que tem que saber nao sabe

CUIDADOS PELA VIDA

Oie Ana, conforme informado na matéria o uso de medicamentos é importante para os dois tratamentos, mas outras medidas também podem ajudar. O acompanhamento psicológico também é essencial para auxiliar o tratamento das duas patologias. Converse com seu médico sobre a sua insatisfação e a falta de resultados sobre os medicamentos prescritos, para que se necessário ele possa readequar e/ou alterar o tratamento indicado para você. Até logo.

LUCILENE

Tenho muita dificuldade para desligar a mente e dormir. Meus olhos pesam de sono, mas os pensamentos não param…ate que começo a sentir coceira no corpo e o sono vai embora. Faço uso de remédios para ansiedade, mas quero tentar outras alternativas visto que os mesmos diminuem a capacidade do funcionamento do cérebro.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Lucilene! Agradecemos pelo seu comentário. É importante que relate esses sintomas ao médico que acompanha seu tratamento para melhor avaliação e para averiguar qual a melhor conduta no seu caso. Torcemos por sua melhora, abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.