AchèAchè
    search
    Título

    Se lavar depois da relação evita gravidez? Conheça os métodos contraceptivos mais eficazes!

    Uncategorized

    Por

    Apostar em bons métodos contraceptivos é fundamental para quem quer evitar gravidez ou adiá-la. Porém, muitas práticas habituais são encaradas como formas eficazes de prevenir uma gestação e acabam sendo popularizadas, como o hábito de lavar as partes íntimas depois do sexo. Mas, será que se lavar depois da relação evita gravidez de verdade? A uroginecologista Fernanda Freire conversou conosco sobre essa técnica e outros métodos contraceptivos. Confira! 

    Existe método contraceptivo que não funciona? Se lavar é um deles?


    De acordo com a Dra. Fernanda, é um mito que se lavar depois da relação evita gravidez. “Não evita, pois os
    espermatozoides já se direcionam para o útero e tubas assim que ocorre a ejaculação. Além disso, a secreção que lubrifica o pênis durante o ato sexual também pode ter espermatozoides”, explica a uroginecologista. Portanto, contar apenas com a higiene não garante proteção alguma. 

    Se o seu objetivo é realmente evitar gravidez, o ideal é utilizar métodos contraceptivos já consagrados, como o sexo com camisinha, a pílula anticoncepcional e até mesmo métodos emergenciais, como a pílula do dia seguinte. “O método contraceptivo mais efetivo é aquele que a pessoa acredita ser o melhor pra ela, que consegue usar de maneira adequada e se enquadra em seu estilo de vida”, explica Dra. Fernanda. 

    “Mas, estatisticamente falando, os métodos de longa duração (DIUs, implante contraceptivo) e métodos definitivos (laqueadura e vasectomia) são os mais efetivos. Não existem métodos que não funcionam. Temos métodos menos eficientes baseados em estudos. Métodos como tabelinha e coito interrompido são menos efetivos”, complementa a médica.

    Se lavar depois da relação tem alguma vantagem? Entenda


    Você já viu que o ideal é usar os métodos contraceptivos considerados eficazes pelos médicos (como a
    camisinha ou a camisinha feminina, que também protegem contra ISTs). Mas, afinal, apesar de a lavagem íntima não ser eficiente para evitar gravidez, ela pode oferecer alguma vantagem? “Não é interessante realizar ‘duchinhas vaginais’ após o coito, pois já é comprovado que modifica a flora vaginal e o pH da vagina, deixando a pessoa mais suscetível a vulvovaginites, como candidíase”, alerta a uroginecologista.

    Ainda falando sobre cuidados após o sexo, de acordo com Dra. Fernanda, “existe uma vantagem médica, porém de evidência científica baixa, em urinar após a relação para prevenir infecções do trato urinário”. Ou seja, fazer xixi e tomar um bom banho após a relação, com uma higiene íntima simples, já é suficiente para manter-se limpo e saudável após o sexo.

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes