AchèAchè
    search
    Título

    Quais substâncias estão mais associadas à firmeza e sustentação da pele?

    Uncategorized

    Por

    As substâncias associadas à firmeza e sustentação da pele são as fibras de colágeno e elastina. De acordo com a dermatologista Marisa Fujimura, ambas são produzidas pelos fibroblastos, células que compõem o tecido conjuntivo. A produção dessas estruturas diminui com o passar dos anos, o que explica a perda gradativa de elasticidade e firmeza na pele. 

    “Com o tempo, a ação destas células diminui gradativamente pelo processo natural de envelhecimento, o que leva muitas pessoas a buscar formas de rejuvenescer a pele. Nesse sentido, é comum a associação de peptídeos de colágeno para dar maior nutrição às células do corpo, de modo que consigam formar novas fibras de colágeno, mantendo a pele firme e bonita”, explica a médica.  

    Cuidados do dia a dia para evitar o envelhecimento precoce da pele


    Ainda segundo a especialista, outra forma importante de prolongar
    firmeza e sustentação da pele é apostar em uma alimentação saudável, rica em proteínas (ex: peixe, ovos, carnes magras, grãos em geral, frutas, legumes e verduras). “Nesse contexto, também é recomendado levar uma vida em equilíbrio e harmonia com a natureza”, acrescenta Fujimura. 

    Vale destacar também a ação de produtos tópicos com ácido hialurônico e extrato de endro na composição. Enquanto a primeira substância em alta concentração ajuda a deixar a pele hidratada, a segunda é responsável por estimular a elastina da pele.

    Outras práticas importantes nesse contexto: evitar tabagismo, consumo excessivo de bebida alcoólica e alimentos gordurosos e pouco nutritivos; praticar atividade física regularmente e buscar ter sempre um sono de qualidade, restaurador. A exposição solar em excesso e desprotegida também deve ser evitada para evitar o envelhecimento precoce da pele.  

    Tratamentos para estimular produção de colágeno novo na pele


    Existem ainda, segundo Fujimura, tratamentos conhecidos por
    estimular a produção de colágeno novo. São os casos dos procedimentos usando laser e dos bioestimuladores. “Estes tratamentos, ao serem associados à ingestão oral de peptídeos de colágeno, aumentam a formação de novas fibras de colágenos”, conclui a médica. Esses peptídeos estão associados à melhora da densidade e da hidratação da pele, além de uma diminuição das rugas. 

     

    Foto: Shutterstock

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes