AchèAchè
    search
    Título

    Quais exames de imagem são importantes para o diagnóstico da endometriose?

    Uncategorized

    Por

    Por mais que alguns sintomas físicos possam levantar suspeitas relevantes de um possível quadro de endometriose, o diagnóstico da doença só será propriamente feito após a análise clínica e a realização de alguns exames de imagem. Estes são capazes de mostrar com clareza se há presença de endométrio fora do útero, fato que constitui a endometriose.

    “Os principais exames que auxiliam no diagnóstico da endometriose são a ultrassonografia transvaginal direcionada e dedicada (com preparo adequado) e a ressonância magnética da pelve”, afirma o radiologista Lucilo Maranhão Neto. Segundo o ginecologista Alexandre Brandão, ambos os exames são feitos por profissionais da área de saúde em locais especializados.

    Detalhes dos principais exames de imagem para o diagnóstico de endometriose


    O Dr. Lucilo explica que a ultrassonografia pélvica transvaginal é o exame inicial mais utilizado, dada a sua larga disponibilidade. “Ela é realizada no mesmo ambiente e na mesma posição de exame que as ultrassonografias pélvicas de outras
    possibilidades diagnósticas, porém com preparo e protocolo de exame próprios”, informa o médico. De acordo com a ginecologista Dra. Joanna Sant’Anna o preparo do aparelho gastrointestinal é feito com medicação laxante na véspera do exame, para melhor avaliação da imagem.  

    Por outro lado, a ressonância magnética é atualmente considerada o método de diagnóstico por imagem padrão-ouro na avaliação das pacientes com suspeita clínica de endometriose pélvica profunda. “Trata-se de um método não invasivo que permite avaliação multiplanar da pelve com alta resolução espacial e capacidade de diferenciação tecidual, sem o uso de radiação ionizante ou de meio de contraste iodado”, explica o Dr. Lucilo.

    Outros exames disponíveis para o diagnóstico 


    Além destes procedimentos, há ainda alguns exames laboratoriais que podem ser feitos para ajudar no diagnóstico da endometriose. “Um exemplo são as dosagens de marcadores séricos (CA-125) nos primeiros dias do fluxo menstrual. A elevação de tal marcador sérico, associada às queixas clínicas, além do exame físico sugestivo da doença, podem ajudar no raciocínio diagnóstico”, afirma Maranhão Neto. Com o diagnóstico definido, é indicado o tratamento, que pode ser apenas medicamentoso
    ou também cirúrgico.

     

    Foto: Shutterstock

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes