AchèAchè
    search
    Título

    Quais as recomendações para pacientes com DPOC e asma durante a pandemia?

    Asma e Bronquite
    Sintomas

    Por

    Pacientes com DPOC e asma correm mais riscos com a infecção do novo coronavírus, tendo em vista que a doença afeta o sistema respiratório, já comprometido por sua condição. Sendo assim, eles devem ter cuidado redobrado e seguir à risca as recomendações dos principais órgãos de saúde (Organização Mundial de Saúde e Ministério da Saúde, principalmente). 

    Principais recomendações para pacientes com DPOC e asma


    “As recomendações para esses pacientes são as mesmas do dia a dia de qualquer pessoa hoje. Portanto, usar sempre máscara, até porque a transmissão do novo coronavírus
    se dá muito por meio da tosse, espirro e fala; higienizar constantemente as mãos, já que podemos ter contato direto com pessoas ou coisas infectadas; e evitar ao máximo comparecer ao pronto socorro pelo alto risco de infecção nesses locais”, informa o pneumologista e geriatra José Eduardo Martinelli.

    Segundo o especialista, por mais que asma e DPOC sejam situações de gravidade no contexto do novo coronavírus, a DPOC é ainda mais crítica, porque, normalmente, o paciente em questão é idoso e com a função pulmonar rebaixada. Caso tenha que lidar com um vírus que ataca o pulmão, a chance de piorar a insuficiência respiratória se torna bem grande. 

    “Por isso, esses pacientes devem, de fato, evitar ao máximo ir para o pronto socorro, já que o risco de contaminação nesses locais é muito elevado. Também não se pode esquecer de manter o isolamento social e evitar aglomerações. Sair de casa só quando for realmente necessário e, quando fizer isso, não esquecer jamais da máscara e da higienização constante das mãos”, reforça o médico.

    Tratamento medicamentoso não pode ser esquecido


    Em paralelo a todos esses cuidados para evitar a infecção do novo coronavírus, o paciente com asma e DPOC deve seguir o tratamento do seu quadro de forma rígida, com uso de medicamento específico para controle dos sintomas e de possíveis crises.
    Prática de atividade física aeróbica também é uma medida essencial para o sucesso do tratamento.   

     

    Foto: Getty Images

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes