search
    Título

    O sedentarismo é um fator de risco para o desenvolvimento da osteoartrite?

    Doenças dos Ossos

    Por

    O sedentarismo é um fator de risco importante para a osteoartrite, pois implica em uma musculatura enfraquecida e no sobrepeso. As duas condições prejudicam a saúde das articulações e podem acelerar o processo degenerativo que caracteriza a doença, com prejuízos para a movimentação e, consequentemente, para a qualidade de vida do paciente.

    Combater o sedentarismo ajuda no tratamento e na prevenção da osteoartrite


    Junto do sobrepeso, o sedentarismo está ligado a uma musculatura fraca e, portanto, pouco capaz de proteger a estrutura osteoarticular dos impactos ligados ao movimento. “O sedentarismo influencia o desenvolvimento da osteoartrite. Deve-se ter em vista que o exercício promove o fortalecimento muscular, o que pode diminuir o risco de desgaste da cartilagem”, informa a reumatologista Regina Ferreira.

    Portanto, a prática de atividade física regular é sempre indicada, não apenas para o tratamento, mas também na prevenção da osteoartrite, uma vez que contribui para a redução de medidas e para o fortalecimento da musculatura. Uma alimentação saudável e balanceada, além do uso de medicamentos que ajudem a retardar o desgaste da cartilagem, os condroprotetores, são outras medidas essenciais ao tratamento. 

    Atividade física no tratamento da osteoartrite


    Além de fortalecer os músculos, proteger ossos e articulações e diminuir o risco de desgaste da cartilagem,
    a atividade física ajuda o paciente com osteoartrite a aumentar sua flexibilidade, promovendo ainda a melhora da qualidade óssea e da cartilagem. “Os exercícios mais indicados para isso são a musculação leve, o pilates e a hidroginástica”, afirma Dra. Regina.

    Por mais que a prática de exercícios físicos seja fundamental, é realmente importante ter cuidado com as atividades escolhidas, bem como a intensidade, pois se isso for mal dosado o paciente pode experimentar o resultado oposto ao esperado. Atividades de alto impacto e realizadas com intensidade e cargas elevadas podem levar à piora do quadro.

     

    Foto: Shutterstock

    Newsletter
    Compartilhamento

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes